Nzinga Mbandi: representações de poder e feminilidade na obra do padre Cavazzi de Montecúccolo

Autores

  • Priscila Weber

Palavras-chave:

Nzinga Mbandi, África, Poder, Feminilidade, Cavazzi de Montecúccolo.

Resumo

Representações laboradas pela rainha Nzinga Mbandi Ngola Kiluanji nos reinos africanos de Ndongo e Matamba no século XVII serão consideradas através de obras literárias produzidas em África, por escritores que obtiveram contatos com os povos dos reinos e com a rainha Nzinga nesse período. A obra do padre italiano João Giovanni Antônio Cavazzi de Montecúccolo, intitulada “Descrição Histórica dos três reinos do Congo, Matamba e Angola” será privilegiada nas análises. Poder e feminilidade estão representados na forma de Nzinga guerrear e governar, ou seja, na forma como ela conduzia suas relações sociais. Assim, tende-se salientar sua figura de líder, cuja personalidade ficou gravada nas atividades que a rainha apreendeu, tornando-a personagem significativa para história africana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-02-21

Como Citar

WEBER, P. Nzinga Mbandi: representações de poder e feminilidade na obra do padre Cavazzi de Montecúccolo. Revista Aedos, [S. l.], v. 3, n. 7, 2011. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/aedos/article/view/16014. Acesso em: 28 jun. 2022.