Do genocídio da criança e do adolescente negro durante e após a escravidão

Autores

Palavras-chave:

Crianças e adolescentes negros. Genocídio. Proteção estatal.

Resumo

Orientado a partir de análise histórica e materialista, o conteúdo que se segue busca apresentar reflexões sobre o genocídio da criança e do adolescente negro no Brasil. Fruto de revisão bibliográfica e documental, o texto procura apresentar, inicialmente, um panorama acerca do genocídio precoce do negro durante e após a escravidão, correlacionando esse problema social com o processo de arrecadação econômica do período histórico analisado. Em seguida, damos sequência na análise no contexto da proteção estatal destinada para crianças e adolescentes, abordando, preliminarmente, dois motivos que consideramos relevantes para compreender a destinação da proteção estatal para esses sujeitos, e a posteriori, investigando essa proteção realizada pelos Códigos de Menores de 1927 e 1979 e pelo Estatuto da Criança e do Adolescente de 1990, apresentando logo após, conclusões sobre o ainda operante genocídio negro que incide, majoritariamente, sobre crianças e adolescentes por ser derivado do preconceito de cor e da discriminação racial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco Flávio Eufrazio, Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN)

Bacharel em Serviço Social pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

Mestrando em Serviço Social pela Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN).

Downloads

Publicado

2022-05-16

Como Citar

EUFRAZIO, F. F. Do genocídio da criança e do adolescente negro durante e após a escravidão. Revista Aedos, [S. l.], v. 14, n. 31, p. 172–186, 2022. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/aedos/article/view/119533. Acesso em: 15 abr. 2024.