Comportamento dos Sedimentos em Suspensão no Rio de la Plata Exterior e Proximodades

Autores

  • RICARDO AYUP Instituto de Geociências/ UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1807-9806.21708

Palavras-chave:

sedimentos em suspensão, rio de la plata

Resumo

O Rio de la Plata apresenta-se como um importante elemento regional na plataforma sul-americana. As condições hidrodinâmicas e os aspectos sedimentológicos nele ocorrentes são importantes para caracterizar as condições do intercâmbio sedimentar com a plataforma continental adjacente. Através da aplicação de um método apropriado para o estudo do sistema, foram relacionados os diferentes padrões de circulação estuarina que condicionam o comportamento dos sedimentos em suspensão. Foram observadas áreas de elevadas concentrações de sedimentos em suspensão, as quais são denominadas com corpos de turbidez. Os padrões de circulação estuarina favorecem os processos de ressuspensão, transporte e deposição das partículas sedimentares no Rio de la Plata. A deposição geralmente acontece nos setores centro sul e sul, assim como na feição interna da zona exterior; enquanto que o setor norte e centro norte apresenta mecanismos mais complexos de deposição, ressuspensão e transporte. O transporte pode-se verificar a nível superficial (plumas) e/ou na camada próxima do fundo (corrente de turbidez) derivados dos corpos de turbidez observados. O ciclo mareal diário tem-se apresentado como um fatos importante para deslocar os corpos de turbidez no estuário.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1986-12-31

Como Citar

AYUP, R. (1986). Comportamento dos Sedimentos em Suspensão no Rio de la Plata Exterior e Proximodades. Pesquisas Em Geociências, 18(18), 39–68. https://doi.org/10.22456/1807-9806.21708

Edição

Seção

ARTIGOS