Complicações pós-operatórias em gatos hipertireoideos submetidos à tireoidectomia unilateral

Authors

  • Katia Barão Corgozinho UFF
  • Heloisa Justen Moreira de Souza UFRRJ
  • Ana Maria Ferreira UFF
  • Adriana Neves Pereira
  • Cristiane Brandão Damico
  • Simone Carvalho dos Santos Cunha UFF
  • Víctor do Espírito Santo Cunha UFRRJ

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-9216.16544

Keywords:

Tireóide, Cirurgia, Hipocalcemia

Abstract

Gatos com hipertireoidismo podem se beneficiar do tratamento cirúrgico em algumas situações, como em casos de neoplasias e intolerância a medicação. Várias técnicas já foram descritas sendo a tireoidectomia com implantação da glândula paratireóide em etapas a que mais minimiza o risco de hipocalcemia pós-cirúrgica. Este trabalho teve como objetivo avaliar as possíveis complicações pós-operatórias em gatos com hipertireoidismo submetidos à técnica de tireoidectomia unilateral com implantação da glândula paratireóide. Oito gatos com diagnóstico clínico e laboratorial de hipertireoidismo foram operados e seus níveis de cálcio ionizado avaliados com 24 e 48 horas, sete, quinze e 21 dias após a cirurgia. Resultados de exames laboratoriais (hemograma, ureia, creatinina, e tiroxina total) foram coletados sete dias após a cirurgia e comparados com os resultados obtidos no pré-operatório. Uma Análise de Variância (ANOVA One-Way) e o teste de

 

 

Scheffe foram utilizados para avaliar os resultados do cálcio ionizado, enquanto que para a análise dos resultados da creatinina foi utilizado o teste t de Student (p<0,05). Não foram observadas alterações clínicas ou nos níveis de cálcio após a cirurgia e, apesar dos níveis de cálcio após a cirurgia terem diminuído, essa variação não foi significativa (p=0,149). Os níveis séricos de creatinina aumentaram significativamente (p=0,026). Estes resultados sugerem que a técnica descrita é segura e que pode ser curativa em determinados casos de hipertireoidismo felino sem doença renal prévia.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Katia Barão Corgozinho, UFF

Heloisa Justen Moreira de Souza, UFRRJ

 

 

 

Departamento de Medicina e Cirurgia, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Instituto Veterinário, Seropédica, RJ, Brasil.

Ana Maria Ferreira, UFF

 

 

 

Departamento de Patologia Veterinária, UFF.

Adriana Neves Pereira

 

 

 

Clínica Veterinária Gatos e Gatos Vet, RJ, Brasil.

Cristiane Brandão Damico

 

 

 

Clínica Veterinária Gatos e Gatos Vet, RJ, Brasil.

Simone Carvalho dos Santos Cunha, UFF

 

 

 

Programa de pós-graduação em Medicina Veterinária, Universidade Federal Fluminense (UFF)

Víctor do Espírito Santo Cunha, UFRRJ

 

 

 

Programa de pós-graduação em Medicina Veterinária, UFRRJ.

Published

2018-06-27

How to Cite

Corgozinho, K. B., Souza, H. J. M. de, Ferreira, A. M., Pereira, A. N., Damico, C. B., Cunha, S. C. dos S., & Cunha, V. do E. S. (2018). Complicações pós-operatórias em gatos hipertireoideos submetidos à tireoidectomia unilateral. Acta Scientiae Veterinariae, 38(1), 63–68. https://doi.org/10.22456/1679-9216.16544

Issue

Section

Short Communication

Most read articles by the same author(s)

> >>