Biomembrana de látex natural (Hevea brasiliensis) com polilisina a 0,1% para ...

Authors

  • Neusa Margarida Paulo UFG
  • Marco Augusto Machado Silva UFG
  • Maria da Conceição UFG

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-9216.14580

Keywords:

Cães, Hérnia, Períneo, Herniorrafia, Látex

Abstract

A hérnia perineal é uma das mais freqüentes afecções que acometem cães não castrados, ocorrendo devido à ruptura ou enfraquecimento de um ou mais músculos constituintes do diafragma pélvico. Quando as bordas do anel herniário não podem ser adequadamente aproximadas por meio das técnicas clássicas de sutura, recorre-se aos implantes sintéticos ou biológicos, os quais possuem como reações mais freqüentemente observadas irritação do tecido subjacente e rejeição. O presente relato apresenta o resultado da utilização da membrana de látex da seringueira (

 

Hevea brasiliensis), com polilisina 0,1% na herniorrafia perineal unilateral em um cão da raça Poodle, de 10 anos de idade. O material foi removido aos cinco meses de observação, deixando uma base tecidual que permitiu a correção do processo.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Neusa Margarida Paulo, UFG

Marco Augusto Machado Silva, UFG

 

 

Curso de Graduação da Escola de Veterinária - UFG. Bolsista de Iniciação Científica - CNPq.

Maria da Conceição, UFG

 

 

Departamento de Medicina Veterinária, Escola de Veterinária, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia/GO.

Published

2018-06-27

How to Cite

Paulo, N. M., Silva, M. A. M., & Conceição, M. da. (2018). Biomembrana de látex natural (Hevea brasiliensis) com polilisina a 0,1% para . Acta Scientiae Veterinariae, 33(1), 79–82. https://doi.org/10.22456/1679-9216.14580

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)

> >>