Os Cafés na Vida Urbana de Porto Alegre (1920-1940): As transformações em um Espaço de Sociabilidade Masculino

Bernardo Lewgoy

Resumo


Este artigo intenta estabelecer períodos e marcos significativos na história social dos cafés na área central de Porto Alegre, no intuito de desvendar a trama das relações entre as diversas representações, contextos e papéis desempenhados por tais lugares no enraizamento de experiências significativas de determinados grupos urbanos, dos anos 20 aos 40 do século XX. Tal preocupação arma-se sobre a questão da alocação espacial do processo de construção de identidades sociais e sua relação com a composição de uma memória coletiva, em que a referência aos cafés aparece como um dos principais emblemas acerca deste período da história da cidade.


Palavras-chave


Sociabilidade masculina, história social, cafés de Porto Alegre, grupos urbanos, identidades sociais, memória coletiva, cidade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1984-1191.11836

Revista Iluminuras - Publicação Eletrônica do Banco de Imagens e Efeitos Visuais - BIEV/LAS/PPGAS/IFCH/UFRGS

E-ISSN 1984-1191