Economia Circular no rumo da Sociedade Circular e da Bioeconomia Circular: Iniciativas de compostagem urbana de lixo orgânico em São Paulo e Florianópolis

Barbara Maisonnave Arisi, Tobias Gustavo Silva Soares

Resumo


Resumo: Essa pesquisa apresenta uma análise que fizemos, a partir de buscas na internet, de  iniciativas para a reciclagem de resíduos orgânicos em duas capitais no Brasil: São Paulo e Florianópolis. Realizamos pesquisa bibliográfica sobre o tema compostagem orgânica e urbana e depois um levantamento de dados coletados por meio de pesquisa booleana (compostagem AND urbana AND nomes das duas cidades estudadas). Encontramos muitas iniciativas e, dentre elas, escolhemos analisar duas. Ambas foram realizadas a partir de ações de gestão participativa em consonância com o estabelecido pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). A fim de realizar essa análise comparativa, escolhemos dois projetos de manejo de resíduos sólidos: Composta SP, em São Paulo (SP), e a Revolução dos Baldinhos, em Florianópolis (SC). Nossos resultados demonstram que estas duas ações comunitárias possuem aspectos em comuns: participação da população para enfrentar o problema do descarte inadequado dos resíduos orgânicos e práticas que oferecem uma efetiva solução a nível local através da compostagem urbana. Os produtos finais, chamados de húmus e biofertilizante, são resultados e exemplos de uma economia circular reconhecida como sendo “do berço ao berço” (“cradle to cradle”) em oposição à economia linear, considerada por esses autores como sendo "do berço ao túmulo" ("cradle to grave”, em inglês (McDonough & Braungart 2002)). Ao final, iremos explorar como o conceito de economia circular atualmente é pensado de forma mais ampla por acadêmicos e ativistas que praticam mudanças para melhorar o tratamento de “resíduos sólidos”, para que tomemos um rumo mais ecológico para sermos "sociedades circulares". Como parte de nossas conclusões, acreditamos que ambos projetos de compostagem urbana de resíduos orgânicos são de economia circular. O caso “Revolução dos Baldinhos” é também um exemplo de “tecnologia social” (Dagnino, Brandão & Novaes 2004; Pozzebon 2015) que possui o embrião de fomentar "sociedades circulares” (Research group Obsolescence 2019) e de apontar um rumo comunitário de uma “bioeconomia circular” futura (Hettemäki et alli 2017).

Palavras-Chave: Resíduos Sólidos. Compostagem Urbana. Economia Circular. Sociedade Circular. Bioeconomia Circular

 

CIRCULAR ECONOMY AND CIRCULAR SOCIETY TOWARDS BIOECONOMY: 

COMPOSTING ORGANIC WASTE URBAN INITIATIVES IN SÃO PAULO AND FLORIANÓPOLIS

 

 

 

Abstract: This research presents an analysis that we made, from collecting online, initiatives for recycling organic waste in two capitals in Brazil: Sao Paulo and Florianópolis. We conducted bibliographic research on the theme of organic and urban composting. Through Boolean research (composting AND urban AND names of the two cities studied string, we found many initiatives. In order to carry out this comparative analysis, we chose two organic waste projects that were carried out from participative management actions in accordance with the National Policy for Solid Waste (PNRS): Composta SP, in São Paulo (SP), and the Revolução dos Baldinhos, in Florianópolis (SC). Our results show that these two community projects have aspects in common: participation of the population in order to face the problem of inadequate disposal of organic waste and practices that offer an effective solution at local level through urban composting. The final products, called humus and biofertilizers, are results and examples of a circular economy recognized as being "from cradle to cradle" as opposed to the linear economy, considered by these authors as being "from cradle to grave" (McDonough & Braungart 2002). In the end, we will explore how the concept of circular economy is currently being debated. Academics and activists who intent to improve the treatment of "solid waste" propose that we take a more ecological path if we want to become "circular societies”. As part of our conclusions, we believe that both projects for urban composting of organic waste are examples of a "circular economy". For us, the "Bucket Revolution" (Revolução dos Baldinhos) case is also an example of "social technology" (Dagnino, Brandão & Novaes 2004; Pozzebon 2015) that has the embryo to foster "circular societies" (Research Group Obsolescence 2019) and to point out a communitarian direction for a future "circular bioeconomy" (Hettemäki et alli 2017).

Keywords: Solid Waste. Urban Composting. Circular Economy. Circular Society. Circular Bioeconomy


Palavras-chave


Resíduos Sólidos. Compostagem Urbana. Economia Circular. Sociedade Circular. Bioeconomia Circular

Texto completo:

246-263 PDF

Referências


ABREU, Marcos Jose de. GESTÃO COMUNITÁRIA DE RESÍDUOS ORGÂNICOS: o caso do projeto revolução dos baldinhos (prb), capital social e agricultura urbana. 2013. 184 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Desenvolvimento Rural e Sociedade, Programa de Pós Graduação em Agroecossistemas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2013. Disponível em: http://portal.pmf.sc.gov.br/arquivos/arquivos/pdf/10_09_2013_12.27.07.3a27abe0a3f707194fbbc41f2952efdd.pdf Acesso em: 17 maio 2020.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EMPRESAS DE LIMPEZA PÚBLICA – ABRELPE, Panorama dos resíduos sólidos no Brasil, 2017.

BRASIL, MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE (org.) Compostagem doméstica, comunitária e institucional de resíduos orgânicos: manual de orientação. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2017. 66 p.

BESEN, G. R. Coleta seletiva com inclusão de catadores: construção participativa de indicadores e índices de sustentabilidade. São Paulo, 2011. 275p. Tese (Doutorado) - Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.

DAGNINO, R., BRANDÃO, F & NOVAES, H. T. Sobre o marco analítico-conceitual da Tecnologia Social. In: A. Lassance Jr. et alli. Tecnologia Social: uma estratégia para o desenvolvimento. Rio de Janeiro: Fundação Banco do Brasil. Pp 15-64. 2004.

FARIAS, Eduardo. REVOLUÇÃO DOS BALDINHOS: um modelo de gestão comunitária de resíduos orgânicos que promove a agricultura urbana. 2010. 70 f. TCC (Graduação) - Curso de Agronomia, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2010.

JACOBI, Pedro Roberto; BESEN, Gina Rizpah. Gestão de resíduos sólidos em São Paulo: desafios da sustentabilidade. Estud. av., São Paulo , v. 25, n. 71, p. 135-158, Apr. 2011 . Available from http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010340142011000100010&lng=en&nrm=iso access on 04 Oct. 2018. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-40142011000100010

McDONOUGH, William & BRAUNGART, Michael.Cradle to Cradle: Remaking the Way We Make Things. New York: North Point Press, 2002

PEREIRA, Carlos Alexandre Rodrigues. Custo social da leptospirose no Brasil e o efeito de chuvas extremas em Nova Friburgo para o incremento de casos da doença. 2013. 109 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Saúde Pública e Meio Ambiente, Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca - Ensp, Fiocruz, Rio de Janeiro, 2013. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/36391/2/ve_Carlos_Alexandre_ENSP_2014

Acesso em: 17 maio 2020

PAULO, Composta São. Resultados e Relatórios: Composta SP. 2014. Disponível em: https://www.compostasaopaulo.eco.br/resultados2014/download Acesso em: 30 jun. 2019.

Pozzebon M. Tecnologia Social: A South American View of the Regulatory Relationship between Technology and Society. In: de Vaujany FX., Mitev N., Lanzara G.F., Mukherjee A. (eds) Materiality, Rules and Regulation. Technology, Work and Globalization. Palgrave Macmillan, London. 2015 https://doi.org/10.1057/97811375

RESEARCH GROUP OBSOLESCENCE. From Take-Make-Dispose to a Circular Society: Introduction of a new vision in six propositions. Technische University Berlin. 2019. Disponível em: https://challengeobsolescence.info/wp-content/uploads/2019/06/190628_CS-Broschüre_final_SCREEN-1.pdf

SIQUEIRA, Thais Menina Oliveira de; ABREU, Marcos José de. Fechando o ciclo dos resíduos orgânicos: compostagem inserida na vida urbana. Cienc. Cult., São Paulo , v. 68, n. 4, p. 38-43, Dec. 2016 . Available from http://cienciaecultura.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0009-67252016000400013&lng=en&nrm=iso> access on 08 Oct. 2018. http://dx.doi.org/10.21800/2317-66602016000400013




DOI: https://doi.org/10.22456/1984-1191.107065

Revista Iluminuras - Publicação Eletrônica do Banco de Imagens e Efeitos Visuais - BIEV/LAS/PPGAS/IFCH/UFRGS

E-ISSN 1984-1191