Anticoagulação ambulatorial

Jordana de Fraga Guimarães, Alcides José Zago

Abstract


Por mais de 50 anos, a disponibilidade de anticoagulantes orais tem tornado possível a prevenção primária e secundária efetiva de tromboembolismo arterial e venoso (1). O maior dilema do uso de anticoagulantes na prática clínica é balançar o benefício da prevenção de eventos tromboembólicos e o risco de complicações hemorrágicas (2). Apresentamos um enfoque do uso dos anticoagulantes orais nas seguintes entidades clínicas: tromboembolismo venoso, síndromes coronarianas agudas, fibrilação atrial e próteses valvares cardíacas.



Copyright (c)



ISSN: 2357-9730 

http://seer.ufrgs.br/hcpa/

 

 

Apoio Financeiro:

 


Licença Creative Commons
The Clinical & Biomedical Research is licenced under Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.