ÍNDICE GLICÊMICO E CARGA GLICÊMICA NO MANEJO DO DIABETES MELITO

Autores

  • Flávia Moraes Silva Faculdade de Nutrição, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Vanessa Derenji Ferreira de Mello Departamento de Medicina Interna, Faculdade de Medicina, UFRGS, Porto Alegre, RS, Brasil.

Palavras-chave:

Índice glicêmico, carga glicêmica, carboidrato, diabetes, glicose plasmática, dieta

Resumo

O diabetes melito (DM) é uma doença crônica, caracterizada por um estado de
hiperglicemia e associada a complicações micro e macrovasculares. O controle da glicemia é o principal objetivo no tratamento do DM. Os conceitos de índice glicêmico (IG) e carga glicêmica (CG) têm sido investigados como potenciais ferramentas para auxiliar no manejo dietoterápico destes pacientes. Ademais, seu papel já está sendo reconhecido por algumas associações de DM no mundo. O IG compara quantidades iguais de carboidrato; enquanto que a CG leva em consideração a quantidade e a qualidade do carboidrato consumido. Ambos
são influenciados por fatores intrínsecos e extrínsecos ao alimento. Dietas com baixo IG podem, teoricamente, beneficiar o controle metabólico do DM por diminuírem a hiperglicemia pósprandial precoce e o risco de hipoglicemia no estado pós-absortivo. A relação entre IG, CG e o desenvolvimento de DM ainda não é um achado unânime na literatura. Em contrapartida, observa-se uma melhora no controle glicêmico dos pacientes diabéticos que seguiram dietas
de baixo IG. Tais dietas são de fácil aplicação prática e não restringem a variedade de alimentos. Portanto, o IG e a CG poderiam ser utilizados como ferramentas adicionais no manejo dietoterápico do DM. 

Unitermos: Índice glicêmico, carga glicêmica, carboidrato, diabetes, glicose plasmática, dieta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-02-05

Como Citar

1.
Silva FM, de Mello VDF. ÍNDICE GLICÊMICO E CARGA GLICÊMICA NO MANEJO DO DIABETES MELITO. Clin Biomed Res [Internet]. 5º de fevereiro de 2020 [citado 1º de outubro de 2022];26(2). Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/100249

Edição

Seção

Artigos de Revisão