ARTE POP E BIZANTINA NA ICONOGRAFIA CARISMÁTICA

Evandro de Sousa Bonfim

Resumo


O objetivo deste artigo é buscar entender o lugar das referências iconográficas da comunidade carismática católica Canção Nova na proposta de experiência cristã com base na ação do Espírito Santo mantida pelo coletivo. As imagens ilustrando a iconografia Canção Nova foram fotografadas pessoalmente nas diversas dependências da comunidade (lojas, salões dos grupos de oração, complexo da Chácara Santa Cruz, estúdios, capelas) visitadas ao longo da pesquisa de campo e no material gráfico dos produtos em comunicação do grupo. Dois registros artísticos servem de referência para a composição do discurso visual deles: o Bizantino e a Pop Arte. A hipótese a ser trabalhada é de que tais estilos são condizentes com a proposta de Cristianismo do coletivo carismático, baseada nos temas da inovação, em relação a outras formas de praticar o catolicismo, e da transmissão de fluxos espirituais, com destaque para o preenchimento pelo Espírito Santo.

Palavras-chave


Carismas Tecnológicos; Arte Pop; Arte Bizantina; Cristianismo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8136.106942



Direitos autorais 2021 Evandro de Sousa Bonfim

Porto Alegre: UFRGS, IFCH, PPGAS, 1997 – Semestral - ISSN 1519-843X – ISSN 1982-8136 (eletrônico) Os conteúdos de Debates do NER estão licenciados em CC BY.