Banimento e reconstrução de si na escritura de Eduardo Galeano

Heloísa Miranda, Célia Reis

Resumo


Neste artigo analisamos a narrativa “Ecos”, da obra Boca del tiempo (2013), de Eduardo Galeano, na qual ele apresenta, fazendo uso da função poética da linguagem, a história do brasileiro Frei Tito de Alencar Lima. A análise, de cunho estilístico-formal e histórico-político, busca demonstrar como Galeano compõe sua narrativa com base no sofrimento imposto a Frei Tito por agentes da Ditadura Civil-Militar brasileira, no trauma que adquiriu e como a pena de banimento do Território Nacional, pelo Ato Institucional Nº13/1969, constituiu-se num agravante para
o seu trauma.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2594-8962.104059

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Conexão Letras - Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Instituto de Letras

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Bairro Agronomia

CEP: 91540-000

www.seer.ufrgs.br/conexaoletras

E-mail de contato: revistaconexao.letras@gmail.com