A DANÇA IMANENTE E SEUS ATRAVESSSAMENTOS EDUCACIONAIS: REFLEXÕES ACERCA DE UMA PRÁXIS ARTÍSTICO-EDUCATIVA NA COMPANHIA MODERNO DE DANÇA

Luiza Monteiro e Souza

Resumo


Este texto apresenta atravessamentos da área da Dança com a Educação. No bojo da reflexão encontra-se a dança imanente, práxis artística da Companhia Moderno de Dança – CMD, coletivo de Belém do Pará. Constam como referências principais da escrita a dança imanente (MENDES, 2010) e questões em educação (FREIRE, 1996), alinhados a abordagens que tratam sobre corpo, imanência, ensino e aprendizagem em dança e processo de criação. A escrita parte dos processos artísticos-formativos da CMD, observando que a dança imanente é atravessada por questões educacionais para além de considerações utópicas acerca de práticas em dança e educação. Como objetivos, intenta-se aprofundar a argumentação teórica em dança imanente; dialogar com abordagens contemporâneas a respeito da educação; possibilitar dobras e outros olhares para as questões artísticas e formativas na área da dança/arte. O presente texto também intende possibilitar o alargamento dos sentidos para a assunção de que qualquer conhecimento em dança pode e deve ser reconhecido e legitimado por seus fazedores na qualidade de explicitamente educativos.


Palavras-chave


dança imanente; Companhia Moderno de Dança; educação;

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-3254.90180





REVISTA CENA

Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas
Rua General Vitorino, 255
Centro - Porto Alegre - RS - 90020-171

  

revistacena@ufrgs.br
(51)3308.4380