Submissões

Submissões Online

Já possui um login/senha de acesso à revista Cadernos do IL?
Acesso

Não tem login/senha?
Acesse a página de cadastro

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

 

Diretrizes para Autores

INFORMAÇÕES GERAIS 

 

O periódico Cadernos do IL publica artigos inéditos das áreas dos Estudos Linguísticos e dos Estudos Literários, disponibilizando um espaço para a publicação de contribuições de alunos de pós-graduação, de docentes e de alunos de graduação em coautoria com docentes.

São publicados dois números anualmente, um de cada área. Atualmente, não há números temáticos.

As contribuições são recebidas exclusivamente pelo site seer.ufrgs.br/cadernosdoil, de acordo com chamadas para submissões de artigos (acompanhe as chamadas na seção Notícias). Para fazer seu cadastro, clique aqui. Se você já tem cadastro, faça login ao lado.

Em cada chamada de área (Estudos Linguísticos ou Estudos Literários), serão avaliados somente os 20 primeiros artigos submetidos que atenderem às "Diretrizes para Autores". Os demais artigos submetidos que não estiverem nas normas de submissão e/ou excederem os 20 artigos por área serão devolvidos aos autores em até 30 dias após o fim do prazo de submissão da chamada.

A contribuição deve ser original e inédita: não conter plágio e autoplágio, não estar sendo avaliada para publicação por outro periódico e/ou não ser parte ou totalidade de trabalho de conclusão de curso, dissertação ou tese. Os autores que violarem tais regras de originalidade, ineditismo e plágio estarão impedidos de publicar nos Cadernos do IL pelos dois anos seguintes à violação cometida.

 

 

NORMAS DE SUBMISSÃO

 

– Disponibilizamos nesse link o modelo (template) para a redação do artigo, elaborado de acordo com as normas de submissão descritas abaixo. ESSE MODELO É DE USO OBRIGATÓRIO PARA OS AUTORES. A submissão que não adotar o modelo será devolvida aos autores para adequação, sem a qual o texto será arquivado.

– Aceitam-se artigos escritos nas seguintes línguas: Português, Inglês, Espanhol, Francês, Alemão e Italiano.

– Os artigos devem ter no mínimo 6 mil palavras e no máximo 9 mil palavras e devem ser escritos com formato .doc ou .docx, folha tamanho A4, todas as margens de 3 cm, fonte Georgia, tamanho 12 (salvo quando indicado de outra forma nestas diretrizes), espaçamento de 1,5 entre linhas (salvo quando indicado de outra forma nestas diretrizes), espaçamento de 0 (zero) ponto entre parágrafos, alinhamento justificado (salvo quando indicado de outra forma nestas diretrizes), com entrada de parágrafo de 1,25 cm e sem numeração de páginas.

– Título na língua do artigo: no alto da primeira página, centralizado, apenas a inicial maiúscula, fonte Georgia, tamanho 14, em negrito.

– Título em inglês: uma linha em branco com espaçamento de 1,5 abaixo do título na língua do artigo, centralizado, apenas a inicial maiúscula, fonte Georgia, tamanho 14, em negrito. Artigos escritos em inglês devem trazer o segundo título em português.

– Identificação*: o nome do autor deve aparecer a duas linhas em branco com espaçamento de 1,5 abaixo do título em inglês, alinhado à direita, fonte Georgia, tamanho 12, sem negrito ou itálico, apenas as iniciais maiúsculas, seguido(s) de nota de rodapé marcada por asterisco (ou mais de um asterisco no caso de mais de um autor), indicando vínculo e instituição, maior titulação, instituição em que foi obtido o maior título, agência de fomento, e-mail e ORCID (p. ex., professor na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, doutor pela Universidade de São Paulo, bolsista de produtividade do CNPq, professor@ufrgs.br, ORCID xxxxx). Quando houver mais de um autor, os nomes devem ser dispostos um abaixo do outro, sendo um asterisco para o primeiro autor, dois para o segundo, três para o terceiro e assim sucessivamente.

* A identificação do autor não deve ser inserida no arquivo de texto enviado para avaliação (no ato da submissão). Deve ser inserida pelo autor apenas depois da avaliação realizada, quando o artigo tiver sido aceito para publicação.

– Todos os artigos devem conter resumo (abstract) em inglês, inclusive textos escritos integralmente nas demais línguas aceitas (casos em que título e resumo são também inseridos na língua do texto – e não em português). Se escritos integralmente em inglês, os textos devem ter seu segundo título e resumo escritos em português.

– Resumo na língua do artigo: inserido duas linhas em branco com espaçamento de 1,5 abaixo do(s) nome(s) do(s) autor(es), fonte Georgia, tamanho 10, sem itálico ou negrito, sem entrada de parágrafo, com alinhamento justificado e espaçamento simples entre linhas. O texto deve ter entre 80 e 120 palavras e deve ser precedido da palavra "RESUMO" (em maiúsculas) com dois pontos, em negrito, fonte Georgia, tamanho 10. O texto deve ser seguido de uma linha em branco com espaçamento simples das palavras-chave.

– Palavras-chave: até quatro, separadas por ponto e vírgula e terminadas com ponto final, em minúsculas, fonte Georgia, tamanho 10, sem entrada de parágrafo, com alinhamento justificado e espaçamento simples entre linhas. Devem ser precedidas da expressão "PALAVRAS-CHAVE" (em maiúsculas) com dois pontos, em negrito, fonte Georgia, tamanho 10. Devem ser seguidas de uma linha em branco com espaçamento simples da versão do resumo em inglês.

– Abstract: inserido abaixo das palavras-chave, fonte Georgia, tamanho 10, sem itálico ou negrito, sem entrada de parágrafo, com alinhamento justificado e espaçamento simples entre linhas. O texto deve ter entre 80 e 120 palavras e deve ser precedido da palavra "ABSTRACT" (em maiúsculas) com dois pontos, em negrito, fonte Georgia, tamanho 10. O texto deve ser seguido de uma linha em branco com espaçamento simples das palavras-chave em inglês.

– Keywords: até quatro, separadas por ponto e vírgula e terminadas com ponto final, em minúsculas, fonte Georgia, tamanho 10, sem entrada de parágrafo, com alinhamento justificado e espaçamento simples entre linhas. Devem ser precedidas da expressão "KEYWORDS" (em maiúsculas) com dois pontos, em negrito, fonte Georgia, tamanho 10. Devem ser seguidas de duas linhas em branco com espaçamento de 1,5 da epígrafe ou do início do trabalho.

– Epígrafe: elemento opcional. Escrita em fonte Georgia, tamanho 10, em itálico, com recuo de 6 cm à esquerda, alinhamento à direita e espaçamento simples entre linhas. Não usar aspas.

– Quando houver uso de divisões de texto, os títulos devem ser precedidos de duas linhas em branco com espaçamento de 1,5 e seguidos de uma linha em branco com espaçamento de 1,5 e obedecer ao seguinte padrão:

  • Títulos de seção: em negrito, apenas a inicial maiúscula, fonte Georgia, tamanho 12, com alinhamento à esquerda e espaçamento de 1,5 entre linhas e sem entrada de parágrafo. Devem ser numerados em números cardinais e não são seguidos de ponto. Ex.: 1 A poesia cotidiana

       Observação: A Introdução e as Considerações finais/Conclusão são consideradas seções e devem ser numeradas caso constem no artigo.

  • Títulos de subseção: em itálico, apenas a inicial maiúscula, fonte Georgia, tamanho 12, com alinhamento à esquerda, espaçamento de 1,5 entre linhas e entrada de parágrafo de 1,25 cm. Devem ser numerados em números cardinais e não são seguidos de ponto. Ex.: 1.1 A poesia cotidiana na rua / 1.2 A poesia cotidiana na escola

– Citações:

  • As citações com até três linhas devem ser incorporadas ao texto entre aspas duplas e seguidas do nome do autor, ano da obra e página entre parênteses. Ex.: "[...]" (PARRET, 1988, p. 234).
  • As citações com mais de três linhas devem ser apresentadas com margem própria de 4 cm, fonte Georgia, tamanho 10, sem aspas, com espaçamento simples entre linhas. As citações longas devem ser seguidas do nome do autor, ano da obra e página entre parênteses e ser separadas do texto antecedente e precedente por uma linha em braço com espaçamento de 1,5.
  • Se o nome do autor estiver citado dentro do texto seguido de uma citação direta, indica-se data e página entre parênteses. Ex.: Chomsky (1981, p. 100) assinala que ''[...]''.
  • Se o nome do autor estiver citado dentro do texto sem citação direta, indica-se apenas a data entre parênteses. Ex.: Silva (1987) assinala que [...].
  • Todas as supressões de texto em citações devem ser indicadas com reticências entre colchetes: [...]. Não utilizar reticências isoladas ou reticências entre parênteses.
  • Ao citar trechos escritos em outra(s) língua(s) que a do artigo, deve-se traduzi-los para o idioma do artigo no corpo do texto e apresentar os trechos originais correspondentes (em língua estrangeira) em nota de rodapé. Nesses casos, a indicação de referência deve aparecer após a citação traduzida, no corpo do texto, e ser seguida da expressão "tradução minha" ou "tradução nossa". Ex.: "[...]" (SARTRE, 1967, p. 65, tradução minha).
  • Caso o(a)(s) autor(a)(es) do artigo seja(m) referenciado(a)(s), é necessário excluir a identificação do(a)(s) autor(a)(es), para preservar a integridade do processo de avaliação por pares. Nesse caso, deve-se substituir o nome/sobrenome do(a)(s) autor(a)(es) por "AUTOR(A)".
  • Nunca usar idem, ibidem ou op. cit.

– Destaques em expressões não devem ser feitos pelo uso de negrito, sublinhado ou aspas (‘simples’ ou “duplas”). Havendo necessidade de destaque, deve-se utilizar sempre o itálico.

– Notas de rodapé: exclusivamente explicativas ou reservadas para a tradução de trechos em língua estrangeira. São numeradas sequencialmente em algarismos arábicos, apresentadas com espaçamento simples entre linhas, alinhamento justificado, fonte Georgia, tamanho 10. A revista não utiliza notas de fim.

– Tabelas, quadros, gráficos e figuras: devem ser precedidos e seguidos de uma linha em branco com espaçamento de 1,5. O título deve ser posicionado acima da tabela/quadro/gráfico/figura, em fonte Georgia, tamanho 12, com alinhamento centralizado, sem entrada de parágrafo. O título deve ser precedido da palavra Tabela/Quadro/Gráfico/Figura (apenas a inicial maiúscula) seguida de numeração consecutiva em algarismos arábicos e travessão e sucedida do respectivo título. Ex.: Quadro 1 – Normas dos Cadernos do IL. As tabelas devem ser reservadas para números. Tabelas/quadros/gráficos/figuras também devem ser acompanhadas da indicação da sua origem – mesmo quando forem elaboradas pelo(s) autor(a)(es) do artigo –, através do uso da palavra "Fonte" (apenas a inicial maiúscula), seguida de dois pontos, no canto inferior direito da figura, seguida da referência. A indicação da fonte deve ser feita com Georgia, tamanho 10, alinhamento à esquerda, espaçamento simples entre linhas. Ex.: Fonte: SILVA, 1987, p. 73.

Observação: A revista não se responsabiliza pela solicitação ou pelo pagamento de direitos autorais referentes às imagens incorporadas ao artigo. A obtenção de autorização para a publicação de imagens, de autoria do próprio autor do artigo ou de terceiros, é de responsabilidade do(a)(es) autor(a)(es). Por essa razão, para todos os artigos que contenham imagens, deve ser encaminhada por e-mail uma declaração, assinada pelo(a)(es) autor(a)(es) do artigo, de que o uso da imagem foi autorizado, sem qualquer ônus para os Cadernos do IL. Esta declaração pode ser feita pelo(a)(s) próprio(a)(s) autor(a)(es) do artigo (um modelo de declaração pode ser solicitado aos editores da revista através do e-mail cadernosdoil@ufrgs.br).

– Referências: o termo "Referências" deve ser digitado em fonte Georgia, tamanho 12, em negrito, apenas a inicial maiúscula, a duas linhas em branco com espaçamento de 1,5 abaixo da última linha textual, seguido de uma linha em branco com espaçamento de 1,5. Deve conter somente as referências citadas no trabalho, a serem ordenadas alfabeticamente, em espaçamento simples entre linhas, alinhadas à esquerda, sem entrada de parágrafo. As referências devem ser separadas entre si por uma linha em branco com espaçamento simples.

  • O título do item consultado deve ser destacado em itálico (não utilizar negrito ou sublinhado). O subtítulo não deve ser destacado. Em obras sem indicação de autoria, cujo elemento de entrada seja o próprio título, não deve ser feito uso de itálico. Nesse caso, o destaque se dá pelo uso de letras maiúsculas na primeira palavra (incluindo artigos e palavras monossilábicas iniciais, se houver).
  • As referências devem trazer os nomes completos dos autores. Não utilizar somente as iniciais de nomes.
  • Quando houver até três autores, todos devem ser indicados. Quando houver quatro ou mais autores, convém indicar todos, mas permite-se que se indique apenas o primeiro, seguido da expressão "et al." em itálico.
  • No caso de referência de capítulo dentro de livro/monografia, usa-se a expressão "In:" em itálico.
  • Caso o autor opte pelo uso de elementos complementares nas referências (por exemplo, autoria da tradução, quantidade de páginas, título original, ISBN, etc.), deve incluí-los em todas as referências do mesmo tipo de documento.
  • Para documentos online (de qualquer tipo), deve-se referenciar o endereço eletrônico, precedido da expressão "Disponível em:" (sem < >) e da data de acesso (com o mês abreviado), precedida da expressão "Acesso em:". Ex.: Disponível em: http://seer.ufrgs.br/index.php/cadernosdoil/index. Acesso em: 01 jan. 2020.
  • No caso de utilização de referência do(a)(s) próprio(a)(s) autor(a)(es) do artigo, é necessário excluir a identificação do(a)(s) autor(a)(es), para preservar a integridade do processo de avaliação por pares. Nesse caso, substituir o nome/sobrenome do(a)(s) autor(a)(es) por "AUTOR(A)" e o título da referência por "Título".
  • No caso de consulta a mais de um material do mesmo autor, deve-se repetir o nome do autor a partir da segundo material. As referências de obras de um mesmo autor devem ser ordenadas cronologicamente, iniciando pela mais antiga. No caso de consulta a materiais de um mesmo autor publicados no mesmo ano, deve-se sequenciar as referências inserindo uma letra minúscula junto ao ano, respeitando a ordem alfabética nas ocorrências posteriores. Exemplos com as três situações:

PERRONE-MOISÉS, Leyla. Vinte luas: viagem de Paulmier de Gonneville ao Brasil, 1503-1505. 2. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1996a.

PERRONE-MOISÉS, Leyla. Da cólera ao silêncio. Cadernos de Literatura Brasileira, São Paulo, n. 2, p. 61-77, set. 1996b.

PERRONE-MOISÉS, Leyla. Flores da escrivaninha. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

  • Outros exemplos de referências:

Livro de um autor: DOSTOIEVSKI, Fiodor Mikhailovitch. O jogador. Tradução de Moacir Werneck de Castro. 2. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1993.

Livro de mais de um autor: ORLANDI, Eni Puccinelli; GUIMARÃES, Eduardo; TARALLO, Fernando. Vozes e contrastes: discurso na cidade e no campo. São Paulo: Cortez, 1989.

Livro de quatro autores ou mais, optando-se pelo uso de "et al.": CANDIDO, Antonio et al. A personagem de ficção. 11. ed. São Paulo: Perspectiva, 2007.

Capítulo em livro de mesma autoria: CANDIDO, Antonio. Os primeiros baudelairianos. In: CANDIDO, Antonio. A educação pela noite & outros ensaios. São Paulo: Ática, 1987. p. 23-28.

Capítulo em livro de autoria diferente: GUIMARÃES, Eduardo. Independência e morte. In: ORLANDI, Eni Puccinelli (Org.). Discurso fundador: a formação do país e a construção da identidade nacional. Campinas: Pontes, 1993. p. 27-30.

Periódico (coleção): Exemplo 1: INFORMAÇÃO E CULTURA. Porto Alegre: Diretório Estadual de Cultura, 1976-1989. Mensal. Exemplo 2: GLOBO RURAL. São Paulo: Rio Gráfica, 1985-. Mensal.

Artigo de periódico (especializado ou não – jornais diários, revistas semanais etc.): MATEUS, Maria Helena Mira. Unidade e variação na língua portuguesa: memória colectiva e memória fraccionada. Organon – Revista do Instituto de Letras da UFRGS, Porto Alegre, v. 8, n. 21, p. 35-42, jan. 1994.

Trabalho de conclusão, dissertação ou tese: ANGORAN, Anasthasie Adjoua. Gonçalves de Magalhães, Cruz e Sousa e Solano Trindade: três manifestações da presença francesa na literatura brasileira; um olhar africano. 2004. Tese (Doutorado em Letras) − Instituto de Letras, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2004.

Eventos (anais, congressos, seminários, encontros etc.): CONGRESSO DA ABRALIC, 3, 1995, São Paulo. Anais: Limites. São Paulo: Edusp/ABRALIC, 1995.

Página na internet com indicação de autoria: VERAS, Luciana. Riobaldo e Diadorim no meio do redemoinho. Revista Continente, 8 jul. 2018. Disponível em: https://www.revistacontinente.com.br/secoes/reportagem/riobaldo-e-diadorim-no-meio-do-redemoinho. Acesso em: 30 mar. 2019.

Página na internet sem indicação de autoria: LITERATURA. In: WIKIPÉDIA, a enciclopédia livre. Flórida: Wikimedia Foundation, 2019. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Literatura&oldid=54642281. Acesso em: 30 mar. 2019.

Filme: VINGANÇA. Direção de Tony Scott. Estados Unidos: Hunt Lowry, Paris Filmes, 1989. 1 filme (124 min), son., color., 35mm. Título original: Revenge. Legendas em português.

CD: GLOBO COLLECTION JAZZ. Rio de Janeiro: Globo, 1995. 1 CD com 13 faixas (60min 18seg). Vários intérpretes.

  • Para referências de outros tipos de materiais e dúvidas, observar as orientações da NBR 6023:2018 da ABNT.

– Em relação a plágio e autoplágio e a outros assuntos relativos à ética editorial, a revista se reserva o direito de não publicar textos que violem diretrizes básicas para a integridade na atividade científica. Para tanto, a revista observa as instruções do CNPq disponibilizadas em http://www.cnpq.br/web/guest/diretrizes.

 

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. A contribuição é original e inédita: não contém plágio e autoplágio, não está sendo avaliada para publicação por outro periódico e/ou não é parte ou totalidade de trabalho de conclusão de curso, dissertação ou tese.
  2. O(s) arquivo(s) para submissão está(ão) em formato Microsoft Word e não ultrapassam 2MB.
  3. O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos nas Normas de submissão, bem como faz uso do template disponibilizado pelo periódico.
  4. A identificação de autoria foi removida do texto e das propriedades do arquivo, garantindo o critério de sigilo da autoria no âmbito da avaliação por pares cega, conforme instruções disponíveis em Assegurando a Avaliação Cega por Pares e em Normas de submissão.
 

Declaração de Direito Autoral

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

(a) Os autores mantêm os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Creative Commons Attribution License, permitindo o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria do trabalho e publicação inicial nesta revista.

(b) Os autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.

(c) Os autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (veja O Efeito do Acesso Livre).

(d) Os autores estão conscientes de que a revista não se responsabiliza pela solicitação ou pelo pagamento de direitos autorais referentes às imagens incorporadas ao artigo. A obtenção de autorização para a publicação de imagens, de autoria do próprio autor do artigo ou de terceiros, é de responsabilidade do autor. Por esta razão, para todos os artigos que contenham imagens, deve ser encaminhada por correio postal uma declaração, assinada pelo autor do artigo, de que o uso da imagem foi autorizado, sem qualquer ônus financeiro para os Cadernos do IL.