Da Ásia para a África e o mundo inteiro: Suresh Kumar e o Departamento de Estudos Africanos da Universidade de Délhi

Patrícia Teixeira Santos, Ana Carla Hansen da Fonseca

Resumo


Nos processos de contestação aos colonialismos, na segunda metade do século XX, os departamentos e centros de estudos dos países emergentes do chamado Terceiro Mundo, foram de fundamental importância para a construção de redes de solidariedade cientifica, econômica e política. Dentre essas instituições destaca-se o Departamento de Estudos Africanos da Universidade de Délhi. Nesta entrevista planejada pelo Núcleo de História sobre África Contemporânea (NHAC) da UNIFESP, Suresh Kumar, atual diretor do Departamento de Estudos Africanos, traz uma relevante contribuição sobre a trajetória das relações da Índia independente com os países africanos e destaca a importância da ampliação dos diálogos com o Brasil e a América Latina, durante o encontro com o NHAC em Délhi, em março de 2017.


Palavras-chave


África, Índia, entrevista, produção intelectual

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1983-201X.87075

Anos 90 - Revista do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Rio Grande do Sul