O Princeps Otávio Augusto na Biografia Antiga: um estudo de caso sobre Nicolau de Damasco e Suetônio

Carlos Eduardo da Costa Campos

Resumo


A proposta do artigo é problematizar as representações sobre Otávio Augusto em Nicolau de Damasco e Suetônio com o intuito de compreender os traços biográficos augustano nas duas obras. A documentação é relevante para a reflexão, pois consiste em temporalidades de períodos distintos. Desse modo, o artigo estabelece processos de análise comparativos entre as duas escritas biográficas e leva em consideração o contexto histórico de cada um dos autores. Nosso argumento é o de que o saber biográfico de ambos tendeu a uma valoração de Augusto como bom governante e um articulador das instituições que estavam sujeitos aos controles sociais dele e de seu grupo naquele período.


Palavras-chave


Biografia Antiga; Otávio Augusto; Principado

Texto completo:

PDF

Referências


ALBRECHT, Michael von. A History of Roman Literature. London: E. J. Brill, 1997. v. 1.

ALFOLDY, Géza. A História Social de Roma. Lisboa: Editora Presença, 1989.

ASSMANN, Jan. Para Além da Voz, Para Além do Mito. Revista Humboldt, ano 45, 2003. p. 5-9.

ASSUMPÇÃO, Luis Filipe Bantim de. Antigas críticas e novas perspectivas sobre a biografia: um estudo de caso sobre Xenofonte (V a.C.). In: NETO, José Maria Gomes. Antigas Leituras: olhares do presente ao passado. Rio de Janeiro: Autografia, 2016. p. 278-292.

BALANDIER, Georges. O poder em cena. Brasília, DF: Ed. UnB, 1982.

BARTHES, Roland. Mitologias. Rio de Janeiro: Difel, 2007.

BOWERSOCK, G. R. Suetonius and Trajan: Hommages a Marcel Renard. Bruxelas: J. Bibauw, 1969. p. 119-125.(Collection Latomus, 101).

BRADLEY, K. R. The Composition of Suetonius’ Caesares again. Journal Indo-European Studies, v. 1, p. 257-263, 1973.

BRANDÃO, José Luis Lopes. Suetônio e os Césares. Teatro e Moralidade. Coimbra: Ed. CECH, 2009.

BUSTAMANTE, Regina M. da Cunha. Práticas Culturais no Império Romano: Entre Unidade e a Diversidade. In: SILVA, Gilvan Ventura da; MENDES, Norma Musco (org.). Repensando o Império Romano: Perspectiva Socioeconômica, Política e Cultural. Rio de Janeiro: Mauad; Vitória, ES: EDUFES, 2006. p. 109-133.

CAMPOS, Carlos Eduardo da Costa. O forum romanum e a formação social do vir bonus: o caso de Caio Otávio. Romanitas: Revista de Estudos Grecolatinos, n. 4, p. 138-155, 2014.

CIZEK, Eugen. Structures et idéologie dans: les vie des douze Césars de Suétone. Paris: Les Belles Lettres, 1977.

DE VERGUER, Antonio Ramirez. Introduction. In: SUETONIO. Vida de los Doce Cesares. Tradução Rosa Maria Cubas. Madrid: Editorial Gredos, 1992. p. 20-24.

EDWARDS, Catherine. Introduction. In: SUETONIUS. Lives of the Caesars. Oxford: Oxford University Press, 2008. p. VII-XXX.

ESTEVES, Anderson Araújo Martins. Os textos literários antigos e o historiador: desafios e abordagens. Cadernos do LEPAARQ, v. XII, n. 24, 2015, p. 200-210.

FUHRMMAN, Manfred. La Literatura Romana. Madrid: Editorial Gredos, 1985.

GIRARDET, Raoul. Mitos e mitologias políticas. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

GLARE, P. G. W. Oxford Latin Dictionary. Oxford: Claredon Press, 1968-1982.

GREIMAS, Algirdas Julien; COURTÉS, Joseph. Dicionário de Semiótica. São Paulo: Ed. Cultrix, 1979.

JOSÉ, Natália Frazão. A construção da imagem do imperador Augusto nas obras de Veléio Patérculo, Plutarco e Suetônio. Dissertação (Mestrado em História) – Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Franca, 2011. p. 64-67.

HALL, Clayton Morris. Preface. In: Nicolaus of Damascus’ life of Augustus: a historical commentary embodying a translation. Tradução Clayton Morris Hall. Massachusetts: Kessinger Legacy Reprints, 1923. p. 1-2.

HAMILTON, Nigel. Biography, a brief history. Harvard: University Press, 2007.

HAZEL, John. Who’s who in the Roman World. London; New York: Routledge, 2001.

HORBLOWER, Simon; SPAWFORTH, Antony. The Oxford Classical Dictionary. Oxford: Oxford University Press, 1996.

KASHER, Aryeh. King Herod: a persecuted perscutor – a case study in psychohistory and psychobiography. Berlin: Walter de Gruyter GmbH & Co. KG, 2007.

LEWIS, Charlton T.; SHORT, Charles. A Latin Dictionary. Oxford: Clarendon Press, 1958.

MADELÉNAT, Daniel. La biographie. Paris: PUF (Littératures modernes), 1984.

MARINCOLA, John. Introduction. In: MARINCOLA, John. A Companion to Greek and Roman Historiography. Oxford, UK: Blackwell Publishing Ltd, 2007. v. 1, p. 1-10.

MARTIN, René; GAILLARD, Jacques. Les genres littéraires à Rome. Paris: Nathan, 1990.

MOMIGLIANO, Arnaldo. The Development of Greek Biography. London: Harvard University Press, 1993.

MOMIGLIANO, Arnaldo. As Raízes Clássicas da Historiografia Moderna. Bauru: EDUSC, 2004, p. 12-14.

NICOLAU OF DAMASCUS. Nicolaus of Damascus’ life of Augustus: a historical commentary embodying a translation. Tradução Clayton Morris Hall. Massachusetts: Kessinger Legacy Reprints, 1923.

PEREIRA, Maria Helena da Rocha. Estudos da História da Cultura Clássica. Volume II: Cultura Romana. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2009.

PEREIRA, Susana Marques. Motivos clássicos na poesia novilatina em Portugal: Manuel da Costa. In: SILVA, Maria de Fátima Sousa; AUGUSTO, Maria das Graças de Moraes. A recepção dos clássicos em Portugal e no Brasil. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2015. p. 161-172.

PLUTARCH. Plutarch’s Lives. Tradução Bernadotte Perrin. London: William Heinemann Ltd., 1919. v. 7.

POLLAK, Michael. Memória, esquecimento, silêncio. Estudos Históricos. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, v. 2, n. 3, p. 3-15, 1989.

POLLAK, Michael. Memória e identidade social. Estudos Históricos. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, v. 5, n. 10, p. 200-212, 1992.

POWER, Tristan. Introduction: Originality of Suetonius. In: POWER, Tristan; GIBSON, Roy. Suetonius the biographer. Oxford, UK: Oxford University Press, 2014. p. 1-20.

RAWSON, Beryl. Children and Childhood in Roman Italy. Oxford, UK: Oxford University Press, 2003. p. 255-256.

SAMARA, Eni Mesquita. A Historiografia recente e a pesquisa multidisciplinar. Revista Phoînix. Rio de Janeiro, n. 11, p. 9-28, 2006.

SARAIVA, Francisco Rodrigues dos Santos. Dicionário Latino-Português: Etimológico, Prosódico, Histórico, Geográfico, Mitológico, Biográfico etc. Rio de Janeiro: Livraria Garnier, 2006.

SCHMIDT, Benito Bisso. História e Biografia. In: CARDOSO, Ciro Flamarion; VAINFAS, Ronaldo (org.). Novos Domínios da História. Rio de Janeiro: Elsevier Editora, 2012. p. 187-205.

SMITH, Christopher. 65: Julius Marathus. In: CORNELL, Timothy J. The Fragments of the Roman Historians. Oxford, UK: Oxford University Press, 2013. v. 1, p. 484.

STADTER, Philip. Biography and History. In: MARINCOLA, John. A Companion to Greek and Roman Historiography. Oxford, UK: Blackwell Publishing Ltd, 2007. p. 528-540.

SUETONIO. Vida de los Doce Cesares. Tradução Rosa Maria Cubas. Madrid: Editorial Gredos, 1992.

SUETONIO. Vida do Divino Augusto. Tradução Matheus Trevizam, Paulo Sérgio Vasconcellos, Antônio Martinez Rezende. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2007.

SUETONIO. Lives of the Caesars. Tradução Catherine Edwards. Oxford: Oxford University Press, 2008.

THUILLIER, Jean-Paul. Virilidades romanas: vir, virilitas, virtus. In: VIGARELLO, Georges. História da Virilidade: a invenção da virilidade da Antiguidade às Luzes. Rio de Janeiro: Ed. Vozes, 2012. p. 71-124.

WARDLE, David. Introduction. In: SUETONIUS. Life of Augustus: Vita Divi Augusti. Tradução David Wardle. Oxford, UK: Oxford University Press, 2014. p. 18-28.

WHITMARSH, Tim. Ancient History Through Ancient Literature. In: ERSKINE, Andrew. A companion to Ancient History. Oxford: Blackwell Publishing, 2009. p. 77-86.




DOI: https://doi.org/10.22456/1983-201X.83398

Anos 90 - Revista do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Rio Grande do Sul