Trânsito de africanos: circulação de pessoas, de saberes e experiências religiosas entre os Rios de Guiné e o arquipélago de Cabo Verde (séculos XV-XVII)

José Silva Horta

Resumo


Este artigo trata de africanos que circularam entre os rios da Grande Senegâmbia e as ilhas de Cabo Verde, entre o final do século XV e o século XVII. Através de fragmentos de alguns percursos de vida registados nas escritas de viagem da época, procura-se indagar a que ponto essa circulação transformou social e culturalmente os homens e mulheres que, na costa guineense, usufruíam de um estatuto elevado. Em contrapartida, procura-se vislumbrar o modo como a sua presença marcou todos aqueles, africanos, europeus e luso-africanos, com quem interagiram nos espaços em que viveram. O trânsito de experiências religiosas será uma das dimensões exemplificadas. Nos estudos de caso em que se verificou um regresso de africanos livres à África continental, pretende-se reconstituir as condições e vicissitudes em que ele ocorreu.


Palavras-chave


Grande Senegâmbia; Cabo Verde; Circulação de africanos; Percursos de vida; Interacções culturais

Texto completo:

PDF

Referências


ALMADA, A. A. de. Tratado Breve dos Rios de Guiné do Cabo Verde [ed. do Ms. Da Biblioteca Pública Municipal do Porto, datado de 1594], ed. António Brásio, Lisboa: Editorial L.I.A.M., 1964.

______. Tratado breve dos Reinos de Guiné do Cabo Verde feito pollo capitão Andre Allvares d’Allmada natural da cidade e ilha do Cabo Verde cursado e pratiq[u]o nas ditas partes [c. 1592-1593]: Biblioteca Nacional de Portugal (BNL, Res. Cod. 297).

ÁLVARES, P. M. Etiópia Menor e Descripção Geographica da Província da Serra Leoa: Sociedade de Geografia de Lisboa, Res. 3, E-7.

BARRY, B. La Sénégambie du XVe au XIXe siècle: Traite négrière, Islam et conquête coloniale. Paris: Éditions l’Harmattan, 1988.

______. A Senegâmbia do século XV ao século XX: em defesa de uma história sub‑regional da Senegâmbia. Soronda, n. 9, 1990, p. 15‑27.

BROOKS, G. E. Eurafricans in Western Africa: Commerce, Social Status, Gender, and Religious Observance from the Sixteenth to the Eighteeth Century. Athens: Ohio University Press; Oxford: James Currey, 2003.

______. Landlords and Strangers: Ecology, Society and Trade in Western Africa, 1000-1630. Boulder: Westview Press, 1993.

CABRAL, I. Ribeira Grande: vida urbana, gente, mercancia, estagnação. In: SANTOS, M. E. M. (Coord.). História Geral de Cabo Verde, volume II. Lisboa: Centro de Estudos de História e Cartografia Antiga do Instituto de Investigação Científica Tropical; Praia: Instituto Nacional de Cultura de Cabo Verde, 1995. p. 17-123.

COHEN, Z. Funcionários cimeiros da administração das Ilhas. In: SANTOS, M. E. M. (Coord.). História Geral de Cabo Verde, volume II. Lisboa: Centro de Estudos de História e Cartografia Antiga do Instituto de Investigação Científica Tropical; Praia: Instituto Nacional de Cultura de Cabo Verde, 1995. apêndice, p. 511.

DIAS, E. C.; HORTA, J. S. Sénégambie: un concept historique et socioculturel et un objet d’étude réévalués. In: MARK, P. E; HORTA, J. S. (Eds.). Trade, Traders and Cross‑Cultural Relationships in Greater Senegambia. [número especial da revista] Mande Studies, n. 9, 2007 [2010]. p. 9‑20.

DONELHA, A. Descrição da Serra Leoa e dos Rios de Guiné do Cabo Verde (1625). Edição do texto português, introdução, notas e apêndices por Avelino Teixeira da Mota, notas e tradução inglesa por P. E. H. Hair. Lisboa: Junta de Investigações Cientificas do Ultramar, 1977.

GONÇALVES, N. da S. Os Jesuítas e a missão de Cabo Verde (1604-1642). Lisboa: Brotéria, 1996.

GREEN, T. The Rise of the Trans-Atlantic Slave Trade in Western Africa, 1300-1589. Cambridge: Cambridge University Press, 2012.

GRUZINSKI, S. La pensée métisse. Paris: Fayard, 1999.

HAIR, P. E. H. The abortive Portuguese settlement of Sierra Leone 1570-1625. In: ______. Africa Encountered: European Contacts and Evidence. Aldershot: Variorum, 1997. p. 171-208.

______ (Ed.) An interim translation of Manuel Álvares S. J., Etiópia Menor e Descripção Geografica da Província da Serra Leoa [c. 1615] (‘Ethiopia Minor and a geographical account of the Province of Sierra Leone’). Liverpool: Department of History, University of Liverpool, 30 Sept. 1990.

HAVIK, P. La sorcellerie, l’acculturation et le genre: la pérsecution religieuse de L’Inquisition portugaise contre les femmes africaines converties en Haute Guinée. Revista Lusófona de Ciência das Religiões, ano III, n. 5-6, 2004, p. 99-116.

HAWTHORNE, W. From Africa to Brazil: Culture, Identity and Atlantic Slave Trade, 1600-1830. Cambridge: Cambridge University Press, 2010.

HORTA, J. S. A Guiné do Cabo Verde: Produção Textual e Representações (1578-1684). Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian/Fundação para a Ciência e a Tecnologia, 2011.

______. As tradições orais wolof de transmissão cabo-verdiana: a memória de Buumi Jeleen e dos Njaay na ilha de Santiago (séculos XV-XVIII). In: FAUVELLE-AYMAR, F. X.; HIRSCH, B. Les ruses de l’historien: Essais d’Afrique et d’ailleurs en hommage à Jean Boulègue. Paris: Karthala, 2013. p. 31-46.

______. Ensino e Cristianização informais: do contexto luso-africano à primeira “escola” jesuíta na Senegâmbia (Biguba, Buba — Guiné-Bissau, 1605-1606). In: REIS, M. De F. (Coord.). Rumos e escrita da História: estudos em homenagem a A. A. Marques de Almeida. Lisboa: Colibri, 2007. p. 407-418.

______. Ser ‘Português’ em terras de Africanos: vicissitudes da construção identitária na ‘Guiné do Cabo Verde’ (sécs. XVI-XVII). In: FERNANDES, H; HENRIQUES, I. C.; HORTA, J. S.; MATOS, S. C. (Coords). Nação e Identidades: Portugal, os Portugueses e os Outros. Lisboa: Centro de História, Caleidoscópio, 2009. p. 261-273.

______. Evidence for a Luso-African Identity in ‘Portuguese’ Accounts on ‘Guinea of Cape Verde’ (Sixteenth-Seventeenth Centuries). History in Africa: A Journal of Method, Rutgers, v. 27, 2000, p. 99-130.

MARK, P. ‘Portuguese’ Style and Luso-African Identity. Bloomington/Indianapolis: Indiana University Press, 2002.

MARK, P. E HORTA, J. S. (Eds.). The Forgotten Diaspora: Jewish Communities in West Africa and the Making of the Atlantic World. Cambridge: Cambridge University Press, 2011.

MILLER, J. C. The Problem of Slavery as History: a Global Approach. London/New Haven: Yale University Press, 2012.

______. Central Africa During the Era of Slave Trade, c. 1490’s-1850’s. In: HEYWOOD, L. (Ed.). Central Africans and Cultural Transformations in the American Diaspora. Cambridge: Cambridge University Press, 2002. p. 21-69.

MOTA, A. T. da. A primeira visita de um governador das ilhas de Cabo Verde à Guiné (António Velho Tinoco c. 1575). Lisboa: Junta de Investigações do Ultramar, 1968.

MONUMENTA MISSIONARIA AFRICANA. ÁFRICA OCIDENTAL. Coligida e anotada pelo Padre António Brásio, segunda série, v. IV, Lisboa: Agência-Geral do Ultramar, 1968; v. V, Lisboa: Academia Portuguesa da História, 1979.

NEWITT, M. The Portuguese in West Africa, 1415-1670: A Documentary History. Cambridge: Cambridge University Press, 2010.

REIS, J. J. Domingos Sodré, um sacerdote africano: Escravidão, liberdade e candomblé na Bahia do século XIX. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

SANTOS, D. J. da V. O Caboverdiano através dos olhos de forasteiros: representações nos textos portugueses (1784-1844). Dissertação (Mestrado em História de África) - Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 2011.

SANTOS, M. E. M. As estratégicas ilhas de Cabo Verde ou a “fresca Serra Leoa”: uma escolha para a política de expansão portuguesa no Atlântico. Lisboa: IICT, CEHCA, 1988.

SANTOS, M. E. M.; CABRAL, I. [sem título]. In: SANTOS, M. E. M. et al. Cabo Verde: uma experiência colonial acelerada (séculos XVI-XVII). Porto: Universidade Portucalense, Arquivo Histórico Nacional de Cabo Verde, 2001(sep. de Africana, n. 6, especial, 2001). p. 49-58.

SANTOS, M. E. M.; SOARES, M. J. Igreja, missionação e sociedade. In: SANTOS, M. E. M. (Coord.). História Geral de Cabo Verde, volume II. Lisboa: Centro de Estudos de História e Cartografia Antiga do Instituto de Investigação Científica Tropical; Praia: Instituto Nacional de Cultura de Cabo Verde, 1995. p. 359-508.

SOARES, M. J. [sem título]. In: SANTOS, M. E. M. et al. Cabo Verde: uma experiência colonial acelerada (séculos XVI-XVII). Porto: Universidade Portucalense, Arquivo Histórico Nacional de Cabo Verde, 2001 (sep. de Africana, n. 6, especial, 2001). p. 64-74.

SOUZA, L. de M. e. O Diabo e A Terra de Santa Cruz: Feitiçaria e Religiosidade Popular no Brasil Colonial. São Paulo: Companhia das Letras. quarta reimpressão, 1994.

SWEET, J. H. Domingos Álvares, African Healing, and the Intellectual History of the Atlantic World. Chapel Hill: The University of North Carolina Press, 2011.

TORRÃO, M. M. F. Rotas Comerciais, Agentes Económicos, Meios de Pagamento. In: SANTOS, M. E. M. (Coord.). História Geral de Cabo Verde, volume II. Lisboa: Centro de Estudos de História e Cartografia Antiga do Instituto de Investigação Científica Tropical; Praia: Instituto Nacional de Cultura de Cabo Verde, 1995. p. 17-123.

______. Tráfico de Escravos entre a costa da Guiné e a América Espanhola (1466-1595). Dissertação (Doutoramento) - Universidade dos Açores, 2007.

TORRÃO, M. M. F.; SOARES, M. J. The Mande through and in the Cape Verde Islands (15th-18th centuries). Mande Studies, n. 9, 2007 [2010], p. 135-147.

WALKER, T. Sorcerers and folkhealers: Africans and the Inquisition in Portugal (1680-1800). Revista Lusófona de Ciência das Religiões, ano III, n. 5-6, 2004, p. 83-98.




DOI: https://doi.org/10.22456/1983-201X.47140

Anos 90 - Revista do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Rio Grande do Sul