Galaaz - Monge e Guerreiro. A influência templária n’A Demanda do Santo Graal.

Autores

  • Gustavo Henrique Rückert UFRGS

Palavras-chave:

Cavaleiros templários, Monges cistercienses, Novelas de cavalaria, Imaginário,

Resumo

De acordo com Karen Ralls, os romances medievais do graal atingiram o ápice da sua popularidade durante o apogeu da ordem dos templários. Devido ao seu caráter fortemente cristão, a novela de cavalaria A Demanda do Santo Graal foi a obra escolhida para o presente estudo. Conforme sugerem a maioria dos pesquisadores, essa narrativa foi escrita por monges de Citeaux. Nesse trabalho, buscaremos entender as relações que envolviam essas duas ordens, por intermédio de pesquisas históricas, bem como as referências aos cavaleiros templários encontradas no objeto artístico, sobretudo, no herói Galaaz. Como resultado, evidenciamos a influência de São Bernardo na obra e a veneração pelos templários, exemplo real cavaleiresco em paralelo a Galaaz, exemplo ficcional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-06-26

Como Citar

RÜCKERT, G. H. Galaaz - Monge e Guerreiro. A influência templária n’A Demanda do Santo Graal. Revista Aedos, [S. l.], v. 2, n. 2, 2009. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/aedos/article/view/9845. Acesso em: 23 maio. 2022.