“Seu futuro passa por aqui”: o ENEM como política avaliativa e os conhecimentos históricos exigidos

José Ernesto Melo

Resumo


Criado em 1998 como uma das políticas da reforma educacional do governo Fernando Henrique Cardozo (FHC), o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) tornou-se, ao longo da última década, uma poderosa ferramenta de indução de transformações no currículo do Ensino Médio. Partindo dessa perspectiva, o presente estudo faz uma investigação sobre o processo histórico de elaboração e implementação do (ENEM) a partir das reformas educacionais implementadas pelo governo Fernando Henrique Cardoso. Avalia as características, a importância e o significado da pedagogia de competências para as reformas dos anos 90 e do próprio ENEM. Revisa o contexto de surgimento do Novo ENEM a partir da eleição do governo Lula, as permanências, rupturas e os caminhos do novo modelo. E, ainda, analisa os conhecimentos históricos exigidos no Novo ENEM e as transformações que estão no horizonte da disciplina de História do ensino médio.


Texto completo:

PDF


Universidade Federal do Rio Grande do Sul - ISSN 1984-5634