Os usos da memória no ensino de História: o aluno atuando como historiador a partir da História Oral

Isabela Lisboa Berté

Resumo


Este artigo tem por objetivo fazer a analise de um estudo de caso: o estágio com uma turma de oitava série, no Colégio Instituto de Educação Flores da Cunha. A atividade desenvolvida baseia-se na realização de entrevistas de história oral, pelos alunos, com amigos ou familiares, acerca do período da Ditadura Militar brasileira. O trabalho procura complementar o estudo do período citado, para isto, os alunos realizam uma análise crítica das entrevistas de história oral, a partir do conteúdo apreendido em aula. A atividade aborda a concepção da complexidade inerente ao estudo histórico, através compreensão da existência de apoiadores e opositores ao Regime Militar, assim como beneficiados e prejudicados por esse regime político. O estudo procura demonstrar a validade do uso da história oral enquanto metodologia de ensino, abordando o exercício de aprendizado de questões teóricas do fazer histórico até o reconhecimento da memória de familiares como um conhecimento a ser valorizado.


Texto completo:

PDF