Breve retrospectiva histórica sobre a formação do registro fossilífero de vertebrados

Elver L. MAYER, Ana M. RIBEIRO, Jorge FERIGOLO

Resumo


O pensamento sobre a formação do registro fossilífero é frequentemente associado à área da ciência que atualmente se ocupa do estudo deste fenômeno, a Tafonomia. Em geral, obras nacionais sobre o tema não mencionam pesquisas anteriores a este marco teórico. Reunimos neste trabalho informações sobre a evolução do conhecimento a respeito da fossilização, publicadas antes e após a proposição do termo Tafonomia. Com isso, apresentamos aos leitores um panorama histórico que pode ser ponto de partida para os interessados em se aprofundar. Organizamos as informações em três blocos: Antiguidade Clássica (entre séc. VIII a.C. e séc. V d.C.), Revolução Científica (entre séc. XV e séc. XIX) e Origem e evolução do conceito de Tafonomia (desde o séc. XX). O levantamento realizado possibilitou elaborar um breve histórico do pensamento sobre a formação do registro fossilífero e reúne informações sobre os prelúdios do estudo dos fósseis no Ocidente, em língua portuguesa. Pelo menos desde a Antiguidade Clássica as tentativas de explicar o significado dos fósseis e os processos de fossilização revelam uma motivação que à luz do conhecimento hodierno pode ser considerada de cunho essencialmente tafonômico. As informações elencadas demonstram que o inquérito de problemáticas centrais das Ciências Biológicas e da Terra, incluindo as de caráter tafonômico, antecedeu em muito a divisão do conhecimento nestas duas grandes áreas. Desta forma, o posterior desenvolvimento da Tafonomia, já assim denominada, representa a continuidade de uma linha de investigação que se originou tão prematuramente quanto o próprio reconhecimento dos fósseis como tais.

Palavras-chave


Tafonomia, Paleontologia, Fossilização, Fósseis, História da ciência.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.22456/1807-9806.91392

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.


Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Av. Bento Gonçalves, 9500 - Prédio 43113
91.540-000, Porto Alegre, RS, Brasil
E-mail: pesqgeoc@ufrgs.br