As Manaus de Milton Hatoum em Cinzas do Norte

Ginia Maria Gomes

Resumo


O ensaio tem como objeto de estudo o romance Cinzas do norte, de Milton Hatoum. Serão discutidos alguns aspectos específicos da modernidade, como o progresso, sob cujo influxo avassalador Manaus não fica imune; a questão da violência, que no regime militar assume um caráter extremamente repressor; e o exame do lugar do artista em uma sociedade que cerceia qualquer posição crítica e contestadora.

Palavras-chave: modernidade, progresso, violência, repressão, artista.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1981-4526.4886

Revista Nau Literária | ISSN 1981-4526 | Universidade Federal do Rio Grande do Sul