Terminação de machos e fêmeas de corte suplementados em campo nativo e pastagem cultivada para abate aos 18 meses de idade

Carlos Santos Gottschall, Leonardo Canali Canellas, Eduardo Tonet Ferreira, Hélio Radke Bittencourt

Abstract


O abate precoce de bovinos de corte visa elevar a produtividade do rebanho, encurtando o ciclo de produção, permitindo um giro rápido do capital investido. A suplementação alimentar de novilhos em pastejo acelera o crescimento dos animais permitindo a redução da idade de abate dos mesmos. O trabalho objetivou analisar o desempenho bio-econômico de bovinos de corte submetidos à suplementação alimentar para abate aos 18 meses de idade. Foram utilizados 47 novilhos (as) de corte, sendo 21 machos (grupo 18M) e 26 fêmeas (grupo 18F) com peso médio inicial de 282,62 e 278,19 kg (p>0,05), respectivamente. Entre 27/5 e 21/7/2005 os dois grupos foram submetidos à suplementação em campo nativo, com concentrado na base de 0,6% do peso vivo (1º Período). Em 22/7, os animais foram transferidos para pastagem de azevém recebendo concentrado na base de 0,8% do peso vivo até o abate do último lote, em 26/10 (2º Período). A análise estatística consistiu da utilização do teste

 

t de Student para a comparação entre os dois grupos. Machos, em relação a fêmeas, obtiveram maior (p<0,01) ganho de peso médio diário no 1º Período (0,550 vs 0,320 kg/dia), peso médio ao final do 1º Período (312,86 vs 295,77 kg), ganho de peso médio diário no 2º Período (1,302 vs 1,022 kg/dia), ganho de peso médio diário no período total (0,979 vs 0,724 kg/dia), peso médio ao abate (411,48 vs 371,9 kg) e porcentagem de ganho de peso (45,94 vs 34,01%). Machos também obtiveram maior (p<0,01) margem bruta/animal (R$ 118,95 vs R$ 39,82), lucratividade no período (20,63 vs 7,52%) e lucratividade/mês (4,79 vs 1,88%). O ganho de peso médio diário no 2º Período foi maior (p<0,01) em relação ao ganho de peso médio diário no 1º Período para os dois grupos. A maior eficiência biológica dos machos permitiu um maior retorno econômico em relação às fêmeas. O processo terminação através de suplementação alimentar em pastejo mostrou-se viável economicamente.


Keywords


Novilhos(as) de corte; Suplementação; Terminação intensiva; Desempenho biológico; Análise econômica



DOI: https://doi.org/10.22456/1679-9216.15460

Copyright (c) 2018 Carlos Santos Gottschall, Leonardo Canali Canellas, Eduardo Tonet Ferreira, Hélio Radke Bittencourt

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.