Aprendizagem docente e processos formativos: formadores dos cursos de Educação Especial em foco

Vanessa Sandri, Doris Pires Vargas Bolzan, Sybelle Regina Carvalho Pereira

Resumo


Este artigo apresenta um recorte de pesquisa sobre a aprendizagem docente na Educação Superior. Tem-se como objetivo compreender como os processos formativos implicam na aprendizagem docente de professores/formadores dos cursos de Educação Especial diurno e noturno de uma IES Pública, por meio das ações auto, hetero e interformativas. Parte-se da pesquisa qualitativa narrativa de cunho sociocultural, desenvolvida em cinco cursos de licenciatura de uma universidade pública (BOLZAN, 2001-2015). Os achados evidenciaram que os professores/formadores aprendem a docência na inter-relação dos processos auto e interformativos, dinamizados pela ideia do inacabamento e pela tomada de consciência da necessidade de uma formação permanente. Manifesta-se a importância da atividade docente de estudo no processo de aprender a ser professor, a qual é reconhecida como ação inerente ao trabalho docente. Contudo, seu desenvolvimento no cotidiano docente se estabelece de forma incipiente pelas ações autoformativas e interformativas. Nesse sentido, indica-se a necessidade da promoção de atividades docente de estudo, permitindo a construção da docência, consolidando concepções de formação que potencializem e qualifiquem os processos formativos envolvidos no aprender a ser professor.  


Palavras-chave


Professores-Formadores; Aprendizagem Docente; Processos Formativos; Educação Superior; Educação Especial.

Texto completo:

PDF


O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação. 
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY-NC 4.0).