Religiosidade judaica e identidade liminar em "A la salida de Lisboa", de João Pinto Delgado

André Luiz Bacci

Resumo


Este artigo aborda o processo de reconstrução da identidade judaica do poeta português João Pinto Delgado, especificamente por meio do poema "A La Salida de Lisboa", escrito em castelhano na Holanda, no século XVII. Este teria sido uma ferramenta na busca pelo posicionamento social e religioso do autor, como de seus pares, depois de terem vivido como criptojudeus em função da Inquisição.

 

Jewish religiouness and limitroph identity in A la salida de Lisboa, by João PintoDelgado - Abstract: This article address the process of rebuilding the Jewish identity of the Portuguese poet João Pinto Delgado, specifically through the poem "A La Salida de Lisboa", written in Spanish in the Netherlands in the seventeenth century. This would have been a tool in the search for the author’s social and religious positioning, as of his peers, after they lived as crypto-Jews in face of the Inquisition.


Texto completo:

PDF