Por uma cultura de tolerância

Maria Luiza Tucci Carneiro

Resumo


Este ensaio nos instiga a pensar o conceito de tolerância que, ainda que dúbio, deve ser interpretado como uma virtude em meio às democracias liberais constitucionais que prevêem o pluralismo das crenças e das convicções. Consideramos tolerância como um termo consolidado que extrapola a ideia de “suportar o outro” por uma indulgência. Deve ser compreendido no contexto das relações humanas, mediante a implementação de um programa educativo direcionado para uma pacificação social. Portanto devemos criar condições para aconstrução de uma cultura de tolerância, procurando atender às necessidades fundamentais dos excluídos que necessitam de um mínimo de bem estar material, cultural e espiritual. Caso contrário, a fome e a pobreza, assim como a própria situação de exclusão podem favorecer atitudes de violência e intolerância. A análise busca no passado e no presente exemplos que demonstrem a persistência de uma mentalidade intolerante que, em distintos tempos e espaços, tem obstruído o nosso caminhar para uma democracia plena.

 

For a culture of tolerance - Abstract: This essay aims to discuss the concept of tolerance. Although it is dubious, this concept must be seen as a virtue among the constitutional liberal democracies that foresee the pluralism of beliefs and convictions. Tolerance is a consolidated term that goes beyond the idea of “tolerating the other” for generosity. It must be understood in the context of human relations, through the implementation of an educational program that aims to social pacification. Therefore we must create conditions for the construction of a culture of tolerance aiming to meet the essential needs of the socially excluded people, who need material, cultural and spiritual well-being. Otherwise, hunger, poverty and social exclusion may increase violence and intolerance. This article searches for examples of the persistence of an intolerant mentality that have been obstructing the construction of a full democracy


Texto completo:

PDF