A FORMAÇÃO DE TRADUTORES DE ESCRITA DE LÍNGUA DE SINAIS EM CURSOS TÉCNICOS DE LIBRAS NO ESPÍRITO SANTO

Arlene Batista da Silva, Daniela Gomes Gumiero

Resumo


Este estudo relaciona-se à temática da formação de tradutores de escrita de língua de sinais. Tomando como referência principal os estudos sobre a linguagem (BAKHTIN, 2003); a tradução (SOBRAL, 2008; ARROJO, 1992) e a escrita de sinais (STUMPF, 2004; BARRETO, M; BARRETO, R., 2015), realizamos uma pesquisa documental (com levantamento de resoluções, planos de curso) e de campo (com questionários e entrevistas feitas a quatro professores que ministraram a disciplina de Escrita de Língua de Sinais pelo sistema SignWriting), objetivando conhecer metodologias de ensino de tradução utilizadas nos Cursos Técnicos em Tradução e Interpretação de Libras no Estado do Espírito Santo, em 2016. Os resultados da pesquisa evidenciaram que as metodologias, em sua maioria, estão pautadas numa concepção de ensino de língua como sistema abstrato de signos, organizado a partir de regras de escrita que permitem a representação fonético-fonológica das línguas de sinais. Tal constatação indica a necessidade de implementação de um ensino baseado na leitura e na tradução da escrita de sinais a partir de diferentes gêneros discursivos presentes em situações concretas de interação no cotidiano.

Palavras-chave


Curso Técnico; Tradução e Interpretação de Libras; Espírito Santo; Escrita de Língua de Sinais.

Texto completo:

PDF


ISSN eletrônico: 2236-4013


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribuition 3.0.


Indexadores: 


 

 

cariniana 2

 

TRANSLATIO
Instituto de Letras
Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Av. Bento Gonçalves, 9500, CEP 91540-000
Porto Alegre - RS
Email: translatio.ufrgs@gmail.com