A CONSTRUÇÃO DE METÁFORAS SOBRE INTÉRPRETES DE LÍNGUA DE SINAIS: POLIFONIA EM QUESTÃO

Neiva de Aquino Albres, Vânia de Aquino Albres Santiago

Resumo


Desenvolvemos uma análise de histórias em quadrinhos - HQs, como enunciados concretos, buscando a representação do intérprete de língua de sinais e da tradução enunciadas em metáforas, servindo-nos, para essa análise, da teoria bakhtiniana dialógica da linguagem. As questões que se colocaram nesta pesquisa foram: Que metáforas são construídas sobre o intérprete e transmitidas por estes textos verbo-visuais? As metáforas sobre os intérpretes de língua de sinais são envolvidas de polifonia?  Consideramos que tais textos verbo-visuais estabelecem relações dialógicas com o movimento social de reconhecimento dos profissionais intérpretes e de inclusão dos surdos, como também dos problemas enfrentados por este profissional, das contradições sobre os papéis a serem assumidos por este novo profissional: o intérprete de língua de sinais.

Palavras-chave


Imagem; Verbo-visual; Polifonia

Texto completo:

PDF


ISSN eletrônico: 2236-4013


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribuition 3.0.


Indexadores: 


 

 

cariniana 2

 

TRANSLATIO
Instituto de Letras
Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Av. Bento Gonçalves, 9500, CEP 91540-000
Porto Alegre - RS
Email: translatio.ufrgs@gmail.com