TAWADA YÔKO NÃO EXISTE

Lúcia Collischonn de Abreu

Resumo


O texto a seguir constitui-se na tradução da palestra "Tawada Yoko não existe" proferida pela autora Yoko Tawada em 6 de março de 2004 na Conferência Anual da Associação de Estudos Asiáticos em San Diego, Califórnia. No texto, ela discute a noção de escrita e autoria, contrastando mitos criadores entre Europa e seu país natal, o Japão. Trata-se de uma tradução da tradução feita por Doug Slaymaker, do japonês para o inglês. No texto, Tawada questiona o conceito de texto original, e a própria existência física do autor, em defesa de uma visão de criação e de autoria mais fluida e que não tenha como foco uma ideia de autoridade sobre o texto. Como acompanhamento e contextualização para a tradução, introduzo a autora e sua obra e, com a tradução desse texto tão importante para a contribuição teórica de Yoko Tawada, espero também introduzir sua reflexão para que possa ser utilizada no âmbito dos Estudos Literários também em língua portuguesa.


Palavras-chave


Yoko Tawada, Literatura Japonesa, Literatura Alemã, Origina, Autor

Texto completo:

PDF


ISSN eletrônico: 2236-4013


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribuition 3.0.


Indexadores: 


 

 

cariniana 2

 

TRANSLATIO
Instituto de Letras
Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Av. Bento Gonçalves, 9500, CEP 91540-000
Porto Alegre - RS
Email: translatio.ufrgs@gmail.com