TRADUÇÃO COMENTADA DE “COME GATHER ROUND ME, PARNELLITES” DE W.B. YEATS

Leide Daiane de Almeida Oliveira

Resumo


A tradução de poesia é considerada por tradutores e teóricos da tradução como uma tarefa particularmente desafiadora por uma série de especificidades. Negligenciar elementos tais como rima, ritmo, metro etc. no momento da tradução pode provocar uma série de mudanças indesejáveis no poema traduzido. Dentro dessa perspectiva, este trabalho procurou realizar a tradução de um poema do poeta irlandês William Butler Yeats, “Come Gather Round me, Parnellites”, publicado em New Poems (1938), e tecer comentários sobre os desafios encontrados, buscando justificar as escolhas que foram necessárias durante o processo de tradução, na tentativa de manter principalmente o ritmo, seguindo a linha argumentativa de Meschonnic (2010). Além disso, é feita uma breve contextualização sobre o tema que envolve este poema, o que conduz a uma justificativa quanto à importância da tentativa de preservação da poética (Meschonnic, 2010) e da letra (Berman, 2013).


Palavras-chave


W.B. Yeats; Ritmo em Tradução; Tradução Comentada; Literatura em Tradução.

Texto completo:

PDF


ISSN eletrônico: 2236-4013


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribuition 3.0.


Indexadores: 


 

 

cariniana 2

 

TRANSLATIO
Instituto de Letras
Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Av. Bento Gonçalves, 9500, CEP 91540-000
Porto Alegre - RS
Email: translatio.ufrgs@gmail.com