Pride and Prejudice (1813) da escritora Jane Austen, Bride and Prejudice (2004) sob a direção de Gurinder Chadha e Lost in Austen (2008)

Andréa Rehm

Resumo


A literatura sempre manteve diálogo com as outras artes. Contemporaneamente, essas relações tornaram-se íntimas. Este artigo apresenta um estudo comparado interdisciplinar entre literatura e cinema. A investigação empreendida envolve a obra literária Pride and Prejudice de Jane Austen e duas das produções fílmicas que se constituem em transcriações do romance. Para levar a efeito o presente exame, foi eleito como viés de análise o inconformismo ou a forma de expressá-lo revelado pelas protagonistas analisadas.


Texto completo:

PDF


ISSN eletrônico: 2236-4013


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribuition 3.0.


Indexadores: 


 

 

cariniana 2

 

TRANSLATIO
Instituto de Letras
Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Av. Bento Gonçalves, 9500, CEP 91540-000
Porto Alegre - RS
Email: translatio.ufrgs@gmail.com