LANGUE E LANGUAGE: O DILEMA DOS TRADUTORES DO CLG EM INGLÊS

Bianca Pasqualini

Resumo


Este artigo apresenta uma análise dos textos introdutórios dos tradutores de edições em inglês do Cours de Linguistique Générale, célebre obra de Ferdinand de Saussure. A primeira tradução analisada é de 1957, de Wade Baskin, e a segunda é de 1986, de Roy Harris. A partir das introduções e de excertos dos sumários de ambas as traduções, é possível apontar algumas posições dos tradutores a respeito do Cours e o modo como tais posições influenciam as escolhas tradutórias de Baskin e Harris, sobretudo no que diz respeito à palavra langue.

Texto completo:

PDF


ISSN eletrônico: 2236-4013


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribuition 3.0.


Indexadores: 


 

 

cariniana 2

 

TRANSLATIO
Instituto de Letras
Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Av. Bento Gonçalves, 9500, CEP 91540-000
Porto Alegre - RS
Email: translatio.ufrgs@gmail.com