v. 22, n. 54 (2020)

Internacionalização da Educação Superior: instituições e diplomacia do conhecimento

O debate público, os agentes políticos e a pesquisa acadêmica trouxeram para o centro do debate a questão da internacionalização do ensino superior. Juntamente com perguntas sobre o que (e como) se deve ensinar, a definição e a medida da qualidade do ensino e da aprendizagem, a equidade e diversificação nas instituições de Ensino Superior, emerge a discussão sobre os significados das tendências e modelos de internacionalização no ensino superior.  The public debate, policy agents and stakeholders, and academic research brought to the center of the debate the issue of Internationalization of Higher Education. Along with questions about what (and how) should be taught, the definition and measure of teaching and learning quality, the equity and diversification on Higher Education institutions, emerge the discussion on the meanings of internationalization trends and models in HE.

Sumário

Editorial

Jalcione Almeida
9-19

Dossiê

Maria Ligia de Oliveira Barbosa, Clarissa Eckert Baeta Neves
22-44
Amelia Veiga, António Magalhães
46-63
Elizabeth Balbachevsky, Vuokko Kohtamäki
64-86
Daniela Perrotta, Andrés Santos Sharpe
88-119
Maxim Khomyakov, Tom Dwyer, Wivian Weller
120-143
Clarissa Eckert Baeta Neves, Maria Ligia de Oliveira Barbosa
144-175
Jane Knight
176-199

Artigos

Rita Sobczyk, Rosa Soriano-Miras, Andrés Caballero Calvo
202-229
Nelson Rosário de Souza, Daniela Rocha Drummond, Viritiana Aparecida de Almeida
230-256
Jair Eduardo Restrepo Pineda, Juliana Jaramillo Jaramillo
258-284
Alexandre Vieira Werneck, Cesar Pinheiro Teixeira, Vittorio da Gama Talone
286-326

Interfaces

Carlos Valdebenito Valdebenito, Luis Álvarez Aránguiz, Rodrigo Hidalgo Dattwyler, Carlos Vergara Constela
328-356

Resenhas

Marcos Abraão Fernandes Ribeiro
358-373

Brazil Today

Daniel Cardoso Alves
376-381