A Precarização e a Divisão Internacional e Sexual do Trabalho

Helena Hirata

Resumo


A partir da referencia às pesquisas francesas sobre a questão da precarização do trabalho das mulheres, o artigo propõe alguns indicadores de trabalho precário, analisa os grupos sociais mais atingidos pelo trabalho precário e mostra a relação entre a vulnerabilidade crescente do emprego feminino e o processo de globalização. Algumas questões de atualidade social e cientifica, como a bi-polarização do emprego feminino e o crescimento da migração internacional das mulheres são a seguir estudadas, assim como as características do trabalho atual em que a precarização do emprego é concomitante à intensificação do trabalho e à flexibilização. Enfim, são analisados os pontos de vista que levam à legitimação social e cientifica desse processo de precarização do trabalho, e as
alternativas a esse processo, provindas tanto dos juristas quanto dos movimentos sociais.


Palavras-chave


Trabalho precário. Informalidade. Gênero. Divisão sexual do trabalho. Flexibilidade. Globalização/mundialização. Ação coletiva.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.