Los aportes de las lenguas francesa e italiana en la conformación de la terminología militar renacentista del español

Marta Sánchez Orense

Resumo


Neste artigo temos a pretensão de dar conta do importante papel desempenhado tanto pelo francês quanto pelo italiano na formação da terminologia militar renascentista do espanhol. Este estudo realiza-se com base no corpus do “Diccionario de la Ciencia y de la Técnica del Renacimiento” (DICTER), composto pelos obras militares escritas em língua espanhola mais influentes desse período histórico, que se destaca pelo impulso que adquire a linguagem militar no novo status científico ocorrido no início da modernidade. Constatamos que o prestígio das milícias francesa e italiana condiciona que dois dos recursos neológicos mais importantes neste âmbito sejam justamente a neologia do sentido e os empréstimos. Por fim, este trabalho supõe um aprofundamento no estudo do processo de criação deste vocabulário, bem como um maior conhecimento do léxico da milícia no século de ouro.

Palavras-chave


Terminologia; Milícia; Renascença; Neologia

Texto completo:

PDF (Español (España))

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Debate Terminológico
http://seer.ufrgs.br/riterm/