A terminologia nos textos científicos sobre a cardiologia: um estudo comparativo sobre as composições acronímicas em português e español

Mariângela de Araújo, Alicia Fátima Gómez

Resumo


Neste artigo abordamos alguns dos resultados obtidos no projeto “A terminologia nas ciências da saúde: análise comparativa da evolução neológica na área da cardiologia”, desenvolvido no âmbito do programa riterm-jovem 2005-2007, cujo objetivo central é realizar uma análise comparativa dos processos de formação neológica entre o espanhol peninsular e o português do Brasil nessa área.

Nesta ocasião tratamos do uso de siglas e acrônimos nessa área de especialidade, comparando essas duas línguas. Para isso, primeiramente levantamos os aspectos teóricos, estabelecendo assim a terminologia que utilizaremos na denominação dos diferentes processos, e, mais adiante, realizamos uma análise comparativa dos termos encontrados em nosso corpus, constituído por uma seleção de revistas científicas, especializadas em cardiologia, da Espanha e do Brasil, publicadas nas respectivas línguas vernáculas.

Diante da análise realizada, verificamos a importância do processo de composição acronímica nessa subárea de especialidade, além de constatarmos que as siglas e os acrônimos formados, funcionando, em sua maioria, como substantivos, são inseridos de forma espontânea dentro dos textos analisados, comportam-se como novos radicais da língua, e são passíveis aos processos de flexão comuns a sua classe gramatical.


Palavras-chave


Siglas; Acrónimos; Creación Léxica

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Debate Terminológico
http://seer.ufrgs.br/riterm/