A Terminologia, uma disciplina em evolução: passado, presente e alguns elementos de futuro

María Teresa Cabré

Resumo


Neste artigo se esboça um panorama do estado da terminologia, tanto como disciplina quanto como campo de trabalho. Apresentam-se, em primeiro lugar, seus antecedentes: a origem da teoria terminológica e a justificativa de sua epistemologia no contexto europeu dos anos trinta. Aborda-se, em seguida, o presente: o caminho percorrido pela terminologia desde uma concepção restrita a um único contexto de comunicação e uma finalidade normalizadora até o reconhecimento de um status científico. as múltiplas respostas que os especialialistas em terminologia, fundamentalmente de formação lingüística, juntamente com a expansão de perspectivas teóricas funcionais e cognitivas para a linguagem e o desenvolvimento da lingüística de corpus, propuseram a muitas das limitações da teoria originária e abriram caminho para alternativas parciais ou globais em vista de uma formulação teórica para as unidades terminológicas. Entre essas perspectivas, apresenta-se a teoria comunicativa da terminologia, perspectiva que, respeitando a multidisciplinariedade mediante um modelo de múltiplas entradas para a análise dos termos, propõe uma teoria lingüística de base cognitiva e propósito comunicativo, com inclusão da variação de contextos de transferência de informação especializada. Por fim, são sugeridos alguns caminhos que o futuro parece propiciar à teoria terminológica, em função das características da sociedade da informação e da comunicação.


Palavras-chave


Teoría terminológica; História da terminologia; Unidades terminológicas; Comunicação especializada

Texto completo:

PDF PDF (Español (España))

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Debate Terminológico
http://seer.ufrgs.br/riterm/