Gênero e ensino de história: reflexões sobre práticas de iniciação à docência no PIBID/História (UFRGS)

Bibiana Harrote Pereira da Silva, Caio de Souza Tedesco, Andressa da Silva Borba

Resumo


O objetivo deste artigo é refletir sobre as práticas de iniciação à docência desenvolvidas na Oficina de Gênero, atividade realizada através do Subprojeto de História do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) na Escola Estadual Coronel Afonso Emílio Massot. A oficina detém como foco pensar as relações entre o ensino de história e estudos de gênero e feministas — como sexualidades, feminilidades, masculinidades, machismo e lgbtfobia. Tendo como principais referenciais autoras/es que partem de perspectivas potentes para desconstrução e desnaturalização do machismo e da lgbtfobia — Guacira Lopes Louro (2007) e Joan W. Scott (1995), por exemplo, buscaremos guiar nossa reflexão a partir de problemáticas como: em que medida pode-se, através da história ensinada, problematizar gênero? Ou seja, em termos gerais, discutiremos sobre quais caminhos esses propósitos nos levaram nesta experiência.

Palavras-chave: educação, gênero, sexualidade, ensino de história, feminismos


Palavras-chave


educação, gênero, sexualidade, ensino de história, feminismos

Texto completo:

PDF

Referências


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ADICHIE, Chimananda Ngozi. Os perigos de uma história única. Disponível em: . Publicado em 2012. Acesso em: 14/07/2017.

ALBUQUERQUE JÚNIOR, Durval Muniz de. Fazer defeitos nas memórias: para que servem o ensino e a escrita da história?. In: GONÇALVES, M. A. et al (Orgs). Qual o valor da história hoje?. Rio de Janeiro: FGV Editora. 2012.

BRASIL, Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996. BRASIL, Ministério da Educação e do Desporto, Secretaria de Educação Fundamental.

BUTLER, Judith. Sujeitos do sexo/ gênero/ desejo. In: _______. Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira. 2015. p. 17-70.

COSTA, Cláudia de Lima. ÁVILA, Eliana. Gloria Anzaldúa, a consciência mestiça e o "feminismo da diferença" In: Rev. Estud. Fem. vol.13 no.3 Florianópolis Sept./Dec. 2005.

FOUCAULT, Michel. História da Sexualidade 1: A vontade do saber. 11 ed. Rio de Janeiro: Graal, 1993.

FREIRE, Paulo. A Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 25ª ed. São Paulo: Paz e Terra. 1996.

GANDELMAN, Luciana. Gênero e ensino: parâmetros curriculares, fundacionalismo biológico e teorias feministas. In: ABREU, Martha. SOIHET, R. Ensino de história: conceitos, temáticas e metodologia. 2ª ed. Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2009. (p. 209-220).

HARAWAY, Donna. Saberes Localizados: a questão da ciência para o feminismo e o privilégio da perspectiva parcial. In: Cadernos Pagu. Campinas: UNICAMP, 1995. p. 07-41

HOOKS, bell. Ensinando a Transgredir: a educação como prática da liberdade. 1ª ed. WMF MARTINS FONTES. 2013.

KRAMER, Heirich; SPRENDER, James. O Martelo das Feiticeiras: malleus maleficarum. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos, 2011.

LOURO, Guacira Lopes. Educação, feminismos e perspectivas Queer (2014). Disponível em: Publicado em 2015. Acesso em: 20/01/2018.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação. Uma perspectiva pós-estruturalista. Petrópolis: Vozes, 2007, 9ª ed.

MOTT, Luiz; MICHELS, Eduardo; PAULINHO. Mortes Violentas de LGBT’s no Brasil – Relatório 2017. 2018. Disponível em: . Acesso em: 20/01/2018.

NUNES, Hariagi Borba. “O corpo histórico: meu dildo goza terrorismo”: pós-pornografia e pornoterrorismo na contemporaneidade - uma analítica de ruptura. Porto Alegre: UFRGS. 2016.

PRINS, BAUKJE and MEIJER, IRENE COSTERA Como os corpos se tornam matéria: entrevista com Judith Butler. Rev. Estud. Fem., Jan 2002, vol.10, no.1, p.155-167.

SEFFNER, Fernando. Saberes da Docência, Saberes da Disciplina e muitos imprevistos: atravessamentos no território do ensino de história. In: BARROSO, V. et al (Orgs). Ensino de História: desafios contemporâneos. Porto Alegre: EST; Exclamação; ANPUH/RS, 2010. p. 213-229.

SCOTT, Joan. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. In: Revista Educação e Realidade, Porto Alegre, 20 (2), jul-dez 1995.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista do Lhiste – Laboratório de Ensino de História e Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Porto Alegre

ISSN 2359-5973