Lembrando a greve: relatos produzidos como parte do acervo do memorial da Escola Técnica Estadual Irmão Pedro

Fernanda Camargo Sperotto, Arthur Maia Baby Gomes

Resumo


Este trabalho procura estabelecer que tipo de posições e experiências sobre a greve vivida em 2017 foram expressas ao final de uma aula sobre este tema pelos alunos do segundo ano do ensino médio da Escola Técnica Estadual Irmão Pedro. A atividade, pensada com um uso do memorial da escola, foi proporcionada pelo subprojeto História do PIBID UFRGS e pela disciplina de Estágio em Educação Patrimonial.


Palavras-chave


PIBID; greve; memorial; história escolar; fontes históricas

Texto completo:

PDF

Referências


BARROSO, João. Políticas Educativas e Organização Escolar. Editora Universidade Aberta, Lisboa, 2005. Cap. 2: Cultura, Cultura Escolar, Cultura de Escola.

ESCOLANO, Agustín. A escola como cultura: experiência, memória e arqueologia. Campinas/SP. Editora Alínea, 2017. Cap 4, Arqueologia da Escola. pp 3

GONÇALVES, Diana Vidal. No interior da sala de aula: ensaio sobre cultura e prática escolares. Currículo sem Fronteiras, v.9, n.1, pp.25-41, Jan/Jun 2009.

JULIA, Dominique. A cultura escolar como objeto histórico. Tradução Gizele de Souza. Revista Brasileira de História da Educação, Campinas, n. 1,jan-jun 2001 p. 9-44, 2001.

SILVA, Bárbara Groffda. Educação para o patrimônio na escola: experiências no Estágio de Docência em História. In: GIL, Carmem Zeli de Vargas e TRINDADE, Rhuan. Patrimônio cultural e ensino de História. Porto Alegre: Edelbra, 2013.

TRINDADE, Rhuan. Patrimônio cultural e ensino de História. Porto Alegre: Edelbra, 2013.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista do Lhiste – Laboratório de Ensino de História e Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Porto Alegre

ISSN 2359-5973