O ENEM e o ensino da História: reflexões a partir dos resultados do Colégio Estadual Farroupilha

Fabricio Romani Gomes, Suelen Marchetto

Resumo


A realização de avaliações de larga escala no nosso país já não é novidade. Elas estão presentes com diferentes objetivos, desde meados do século XX. Porém, a utilização dos resultados dessas avaliações pode ser considerada uma novidade. É isso que buscamos com o presente trabalho, uma reflexão sobre como os resultados obtidos pelos alunos e pelas alunas do Colégio Estadual Farroupilha, podem ser utilizados como indicadores na melhoria da qualidade de ensino da História do Ensino Médio Politécnico. Para isso, utilizaremos os resultados obtidos pelos alunos e alunas no ano de 2014 no Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM, bem como outras informações referentes aos eixos cognitivos, competências e habilidades exigidas pela mesma avaliação.


Palavras-chave


ENEM, Ensino Médio, História.

Texto completo:

PDF

Referências


CERRI, Luis Fernando. Saberes históricos diante da avaliação do ensino: notas sobre os conteúdos de história nas provas do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM. Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 24, n. 28, p. 213-231, 2004.

ENEM POR ESCOLA 2014. INEP. MEC. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/enem/enem-por-escola. Acessado em 10/09/2015.

FREITAS, Dirce Nei Teixeira de. A avaliação da educação básica no Brasil: dimensão normativa, pedagógica e educativa. Campinas, SP: Autores Associados, 2007.

LOGUERCIO, Rochele; SEFFNER, Fernando. Leitura, escrita e oralidade como estratégias de inclusão social no Ensino Médio. In.: PEREIRA, N.; SCHÄFFER, N.O.; BELLO, S. E. L.; TRAVERSINI, C. S.; TORRES, M. C. A.; SZEWCZYK, S.. Ler e escrever: Compromisso no Ensino Médio. Porto Alegre: Editora da UFRGS e NIUE/UFRGS, 2008.

MATRIZ DE REFERÊNCIA DO ENEM. MEC. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/enem/conteudo-das-provas. Acessado em 20/09/2015.

MELO, José Ernesto. “Seu futuro passa por aqui”: O ENEM como política avaliativa e os conhecimentos históricos exigidos. Revista Aedos. n.11. vol. 4. Set. 2012.

PEREIRA, Nilton Mullet; SEFFNER, Fernando. História, leitura e escrita no Ensino Médio. In.: PEREIRA, N.; SCHÄFFER, N.O.; BELLO, S. E. L.; TRAVERSINI, C. S.; TORRES, M. C. A.; SZEWCZYK, S.. Ler e escrever: Compromisso no Ensino Médio. Porto Alegre: Editora da UFRGS e NIUE/UFRGS, 2008.

PEREIRA, N. M.; SEFFNER, F.; GIL, C.Z.; MEINERZ, C.. Docência em História: implicações das novas disposições curriculares do ensino médio. Revista Brasileira de Estudos pedagógicos. Brasília, v. 95, n. 239, p. 152-174, jan./abr. 2014.

RUIZ, Rafael. Novas formas de abordar o ensino de História. In: KARNAL, Leandro (org.). História na sala de aula: conceitos, práticas e propostas. 5. ed. São Paulo: Contexto, 2009.

SOUSA, Sandra Zákia Lian de. OLIVEIRA, Romualdo Portela de. Políticas de Avaliação da Educação e Quase Mercado no Brasil. Revista Educação e Sociedade. Campinas, v. 24, n. 84, p. 873-895, setembro 2003.

WERLE, Flávia Obino Corrêa. Políticas de avaliação em larga escala na educação básica: do controle de resultados à intervenção nos processos de operacionalização do ensino. Revista Ensaio: avaliação e políticas públicas em educação. Rio de Janeiro, v. 19, n. 73, p. 769-792, out/dez. 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista do Lhiste – Laboratório de Ensino de História e Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Porto Alegre

ISSN 2359-5973