TAJI POTY: A EDUCAÇÃO PATRIMONIAL E A VALORIZAÇÃO DA CULTURA MISSIONEIRA

Alexandra Begueristain da Silva, Flávia Araújo Pedron

Resumo


São Borja é uma das poucas cidades do Rio Grande do Sul, que foi declarada “Cidade Histórica” pelo Decreto Estadual nº 35.580 de 11 de outubro de 1994. No território que foi ocupado pelas “Missões Jesuíticas”, no período dos Sete Povos são invisíveis os vestígios que marcam essa importante fase na história. Realizou-se o projeto Taji Poty: A educação patrimonial e a valorização da cultura missioneira. Taji Poty que em Guarani significa “Flor do Ipê”, árvore símbolo do município. Objetivou-se com o curso de extensão que os professores da rede municipal de ensino se sensibilizassem com a história e a cultura de São Borja e que aprofundassem a temática e as metodologias de ensino para trabalhar com educação patrimonial. Visando despertar o interesse pelo assunto e desenvolver ações no sentido de fortalecer a identidade local e valorizar a memória e o patrimônio cultural de São Borja. 


Palavras-chave


Patrimônio Cultural, Educação Patrimonial

Texto completo:

PDF

Referências


ATAÍDES, Jézus Marco; MACHADO, Laís Aparecida; SOUZA, Marcos André Torres. Cuidando do Patrimônio Cultural. Goiânia: Ed. UCG, 1997.

CHUVA, Marcia (Org.). História e Patrimônio, REVISTA DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL, nº 34, 2012,

HORTA, Maria de Lourdes P.; GRUNBERG, Evelina; MONTEIRO, Adriane Queiroz. Guia Básico de Educação Patrimonial, Brasília: IPHAN, Museu Imperial,1999.

RODRIGUES. J. F. Resquícios Jesuítico Missioneiros na terra dos presidentes e a potencialização para o desenvolvimento do turismo. São Borja: Universidade Federal do Pampa, 2014.

RODRIGUES. J. F. PINTO, M. COLVERO, R. B. História Missioneira de São Borja. Câmara de Vereadores de São Borja, 2013.

SOARES, A. L. R.; KLAMT, S. C. Breve Manual de Patrimônio Cultural: subsídios para uma Educação Patrimonial. Revista do CEPA, Santa Cruz do Sul, v. 28, p.45- 65, edição especial de 30 anos, 2004b.

SOARES, André Luis R. (org.). Educação Patrimonial: Relatos e Experiências. Santa Maria: Editora da UFSM, 2003a.

UNESCO. Educação para um futuro sustentável: uma visão transdisciplinar para ações compartilhadas. Brasília: IBAMA, 1999.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista do Lhiste – Laboratório de Ensino de História e Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Porto Alegre

ISSN 2359-5973