NARRATIVAS DA ANTIGUIDADE ORIENTAL-MESOPOTÂMIA

Gabriela Schmitt

Resumo


A atividade a ser realizada na Escola Estadual de 1º Grau Professora Edna May Cardoso, com discentes do sexto ano do ensino fundamental dissertará sobre a Mesopotâmia e suas principais experiências, bem como seu legado para a contemporaneidade através de narrativas documentais, como a epopéia de Gilgamesh. A presença do conteúdo Antiguidade Oriental e o conhecimento da vida Mesopotâmica atuam como base para a construção da compreensão sobre como surgem os aspectos fundamentais da sociedade. A produção historiográfica nos permite ter uma visão aguçada sobre como se organizava a vida dos povos localizados no Crescente Fértil, encontram-se perspectivas sobre sua sociedade, economia e intelectualidade, trazendo novos elementos e problematizações. Os períodos e lugares ressaltados propõem um panorama diversificado acerca das percepções e possibilidades de interpretação do modus vivendi do homem naquele contexto, bem representado através de narrativas provenientes da época. A proposta se realizará através de intervenções literárias e interpretativas, que buscarão contemplar a temática dentro do ensino em história.

Palavras-chave


Antiguidade Oriental; Mesopotâmia; Ensino de história.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista do Lhiste – Laboratório de Ensino de História e Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Porto Alegre

ISSN 2359-5973