PILARES DA TRADIÇÃO: o conceito de tradição no estudo da Historia das instituições

Artur Silva Alexandrino, Artur Diego da Silva Alexandrino

Resumo


Este texto é resultante da minha dissertação que investiga a produção de um discurso de tradição sobre o Colégio Dom Feliciano, situado no município de Gravataí/RS, através das narrativas de professores e alunos envolvidos no processo de formação docente entre os anos de 1970 a 1990. A pesquisa fundamenta-se nos preceitos da História Cultural e utiliza a História Oral como metodologia. O conceito de tradição, elaborado por Hobsbawn e Ranger, é primordial no processo de análise, com base nele busco elementos que auxiliam na identificação e na compreensão do discurso de tradição que envolve o colégio ao longo do período estudado. Buscando investigar os objetivos propostos configuram-se duas categorias analíticas: a identificação e a analise dos elementos que constituem e fundamentam a tradição da instituição escolar e a formação de professores.


Palavras-chave


História das Instituições

Texto completo:

PDF

Referências


CHARTIEU, Roger. A história cultural: entre práticas e representações. Lisboa: Difel. 1990.

FERNANDES, Rogério. Apresentação. In: MAGALHÃES, Justino Pereira de. Tecendo nexos: história das instituições educativas. Braga: Editora universitária São Francisco, 2004.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir: nascimento da prisão. Tradução de Raquel Ramalhete. Petrópolis, Vozes, 1987. 288 p.

_________________. A Ordem do Discurso. Aula inaugural no College de France. Pronunciada em 2 de dezembro de 1970. Tradução de Laura Fraga de Almeida Sampaio. São Paulo: Loyola: 1996.

GATTI, Bernadete Angelina. Os professore e suas identidades: o desvelamento da heterogeneidade. In.: GATTI, Bernadete Angelina / organização Walter E. Garcia; Textos selecionados de Bernadete A. Gatti. – Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2011. (Coleção Perfis da Educação; 4).

GRAZZIOTIN, Luciane Sgarbi Santos, ALMEIDA, Dóris Bittencourt (Org.). Romagem do tempo e recantos da memória: reflexões metodológicas sobre História Oral. São Leopoldo: Oikos, 2012.

HOBSBAWM, Eric J., Introdução: A invenção das tradições. In.: HOBSBAWN, Eric; RANGER, Terence (org.). A invenção das tradições. 2. Ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997. (Coleção Pensamento Crítico).

MAGALHÃES, Justino Pereira de. Tecendo nexos: história das instituições educativas. Braga: Editora universitária São Francisco, 2004.

POPKEWITZ, Thomas S. História do currículo, regulação social e poder. In. SILVA, Tomaz Tadeu da (org.) O sujeito da educação: estudos foucaltianos. Petrópolis, RJ: Vozes, 1994 – (Ciência sociais da educação).

NASCIMENTO, Antônio Dias; HETKOWSKI, Tânia Maria (Org.) Memória e formação de professores - Salvador: EDUFBA, 2007. 310 p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista do Lhiste – Laboratório de Ensino de História e Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Porto Alegre

ISSN 2359-5973