A Guerra do Vietnã no cinema norte-americano: possibilidades de ensino de História a partir de “Fomos Heróis” de Randall Wallace

Diego Oliveira Souza

Resumo


Este artigo objetiva apresentar perspectivas de ensino de História, a partir do filme “Fomos Heróis” do diretor de cinema Randall Wallace. Desse modo, partindo da análise do filme, acompanhada de levantamento bibliográfico, bem como de fontes da imprensa, trata-se de estabelecer alguns pontos que permitem tratar da temática da Guerra do Vietnã, em sala de aula, no momento em que se registra a efeméride da passagem dos 40 anos do fim do conflito. Do ponto de vista teórico-metodológico, visando explorar a relação Cinema e História, a produção cinematográfica foi compreendida através dos elementos identificadores propostos por Robert Rosenstone para definir o estilo drama comercial. Para atender seu objetivo, o artigo está divido em dois eixos fundamentais. No primeiro deles, realizou-se a contextualização do conflito bélico, destacando-se a tentativa de promover a responsabilização dos Estados Unidos pela prática de crimes contra a humanidade. No segundo eixo, buscou-se estabelecer a compreensão do filme a partir das categorias definidas por Robert Rosenstone.


Palavras-chave


Guerra do Vietnã, Cinema Norte-Americano, Ensino de História, Fomos Heróis

Texto completo:

PDF

Referências


Fontes Pesquisadas

Folha da História, Especial 25 anos da Guerra do Vietnã. Porto Alegre, maio de 2000.

Veja, Edição 3, 25 de setembro de 1968. São Paulo: Editora Abril.

Veja, Edição 8, 30 de outubro de 1968. São Paulo: Editora Abril.

Veja, Edição 9, 06 de novembro de 1968. São Paulo: Editora Abril.

Veja, Edição 10, 13 de novembro de 1968. São Paulo: Editora Abril.

Veja, Edição 11, 20 de novembro de 1968. São Paulo: Editora Abril.

Referências Bibliográficas

ALBRIGHT, John; CASH, John A.; SANDSTRUM, Allan W. Sete combates no Vietnam. Tradução Álvaro Galvão e Haroldo C. Netto. Rio de Janeiro: BIBLEX, 1986.

ARENDT, Hannah. Sobre a Revolução. Tradução Denise Bottmann. São Paulo: Cia das Letras, 2011.

BARTOV, Omer; GROSSMANN, Atina; NOLAN, Mary. Introdução. In. BARTOV, Omer; GROSSMANN, Atina; NOLAN, Mary (orgs.). Crimes de Guerra: culpa e negação no século XX. Rio de Janeiro: DIFEL, 2005.

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Tradução Sergio Paulo Rouanet. 7 ed. São Paulo: Brasiliense, 1994.

BLOCH, Marc Leopold Benjamin. Apologia da história ou o ofício de historiador. Tradução André Telles. Rio de Janeiro: Zahar, 2002.

BOBBIO, Norberto et ali. Dicionário de Política. Tradução Carmen C. Varriale, Gaetano Lo Mônaco, João Ferreira. Luís Guerreiro Pinto Cacais e Renzo Dini. 13 ed. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2007.

BURCHETT, Wilfred G. Vietnã Norte. Tradução Alfonso Blacheyre. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1967.

___________________. Vietnam: a guerrilha vista por dentro. Tradução Daniel Campos. Rio de Janeiro: Record, 1968.

COOK, Fred J. Esta Nação corrompida. Tradução XXX. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1967.

CHESNEAUX, Jean. Sumário da Intervenção Americana no Vietnã de 1945 a 1964. In: RUSSEL, Bertand; SARTRE, Jean-Paul; DEDIJER, Vladimir (orgs.). Estados Unidos no banco dos réus. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1970, p. 63.

DRAPER, Theodore. O Abuso da força. Tradução Natália de Oliva Teles. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1967.

FERRO, Marc. Cinema e História. Tradução Flávia Nascimento. 2 ed. São Paulo: Paz e Terra, 2010.

HOBSBAWM, Eric. Era dos Extremos: o breve século XX (1914-1991). Tradução Marcos Santarrita. 2 ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

LEDERER, Edgar. Relatório do Subcomitê sobre Guerra Química. In: RUSSEL, Bertand; SARTRE, Jean-Paul; DEDIJER, Vladimir (orgs.). Estados Unidos no banco dos réus. Tradução Maria Helena Kunher. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1970, p. 169-205.

LENS, Sidney. A fabricação do império americano. Da Revolução ao Vietnã: uma história do imperialismo dos Estados Unidos. Tradução Maria Lucia Oliveira. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2006.

ROSENSTONE, Robert A. A história nos filmes: os filmes na história. Tradução de Marcello Lino. São Paulo: Paz e Terra, 2010.

RUSSEL, Bertand; SARTRE, Jean-Paul; DEDIJER, Vladimir (orgs.). Estados Unidos no banco dos réus. Tradução Maria Helena Kunher. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1970.

SENNET, Richard. Autoridade. Tradução Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Record, 2001.

SIVARAM, M. Guerra no Vietnam: Por quê? Tradução Alcídio M. de Souza. Rio de Janeiro: Edições O Cruzeiro, 1966.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista do Lhiste – Laboratório de Ensino de História e Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Porto Alegre

ISSN 2359-5973