Roda de conversa sobre o vinte de novembro: debatendo acerca do “dia da consciência negra” no ensino fundamental

Taiane Anhanha Lima, Gabrielle de Souza Oliveira

Resumo


O artigo a seguir relata a experiência de uma oficina de Ensino de História realizada na Escola Municipal Duque de Caxias, localizada em Santa Maria (RS), cujo tema foi: “O Vinte de Novembro, dia da Consciência Negra”. A mesma consistiu em uma roda de conversa com estudantes dos sétimos e oitavos anos da escola. Nesta procuramos historicizar a data em questão, apontando e reiterando a importância e a necessidade de discutir consciência e identidade negras no esforço de compreender esses debates na atualidade. Entre os assuntos tratados estiveram: (a) desigualdade racial no Brasil; (b) genocídio da juventude negra; (c) representação/estereotipização de atrizes/atores negras(os) na mídia; (d) embranquecimento/epistemicídio de personagens históricas e/ou intelectuais negras(os) na História; (e) casos de racismo ocorridos na UFSM.

Palavras-chave


Dia Nacional da Consciência Negra; Vinte de Novembro; Lei 10.639/03 no ensino fundamental

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista do Lhiste – Laboratório de Ensino de História e Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Porto Alegre

ISSN 2359-5973