A liberdade de circulação de pessoas e a construção de espaços comuns em processos de integração regional: uma análise do Espaço Europeu de Liberdade, Segurança e Justiça e as perspectivas para o espaço de livre residência no âmbito do MERCOSUL

Autores

  • Eugênia Cristina Nilsen Ribeiro Barza Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
  • João Mauricio Malta Cavalcante Filho Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

DOI:

https://doi.org/10.22456/0104-6594.73327

Palavras-chave:

Direito Internacional, Integração Regional, Livre Circulação de Pessoas, MERCOSUL, União Europeia, Direito Internacional Público

Resumo

A liberdade de circulação de pessoas e a construção de espaços comuns em processos de integração regional: uma análise do Espaço Europeu de Liberdade, Segurança e Justiça e as perspectivas para o espaço de livre residência no âmbito do MERCOSUL

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eugênia Cristina Nilsen Ribeiro Barza, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Professora Assistente, Doutora em Direito, Faculdade de Direito do Recife-Centro de Ciências Jurídicas, Programa de Pós-graduação em Direito (PPGD) Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

João Mauricio Malta Cavalcante Filho, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Mestrando em Direito e Bolsista CAPES, Programa de Pós-graduação em Direito (PPGD) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).Graduado em Direito (UFPE).

Referências

AGUIRRE, Orlando; MERA, Gabriela; NEJAMKIS, Lucila. Políticas migratorias e integración regional: la libre circulación y los desafíos a la ciudadanía. In: NOVICK, Susana (Dir.). Migraciones y Mercosur: una relación inconclusa. Buenos Aires: Catálogos: 2010. p. 50-72.

BALASSA, Bela. Teoria da integração econômica. Tradução de Maria Felipa Gonçalves e Maria Elisa Ferreira. Lisboa: Livraria Clássica, 1961.

BARALDI, Camila. A experiência do Mercosul em matéria de migrações. Pontes, Genebra, n. 10, v. 10, p. 13-17, dez. 2014. Disponível em: http://www.ictsd.org/bridges-news/pontes/news/a-experi%C3%AAncia-do-mercosul-em-mat%C3%A9ria-deigra%C3%A7%C3%B5es. Acesso em 08/05/2017.

_____, Camila. Cidadania, Migrações e Integração Regional – Notas sobre o Brasil, o MERCOSUL e a União Europeia, 3º Encontro Nacional da ABRI – Governança Global e Novos Atores, n. 1 v. 1 2011, p. 10. Disponível em: https://educarparaomundo.files.wordpress.com/2011/07/baraldi-abri-2011.pdf. Acesso em: 08/05/2017.

BARTELSON, Jens. The concept of sovereignty revisited. The European Journal of International Law, Vol. 17 no. 2, p. 463-474, 2006. Disponível em: https://academic.oup.com/ejil/article/17/2/463/2756259/The-Concept-of-Sovereignty-Revisited. Acesso em 14/04/2017.

BARZA, Eugênia; PEREIRA, Alexandre. Disciplinamento do comércio internacional na América Latina: um estudo sobre a integração regional de acordo com o direito internacional. Revista da Faculdade de Direito da UFMG, Belo Horizonte, nº 51, p. 2-18, jul. – dez., 2007. Disponível em: https://www.direito.ufmg.br/revista/index.php/revista/article/download/48/45. Acesso em 06/05/2017.

BERTOZZI, Stefano. Schengen: Achievmentes and challenges in managing an area encompassing 3.6 million km2. CESp Working Document, 2008. Disponível em: https://papers.ssrn.com/sol3/papers.cfm?abstract_id=1337624. Acesso em 28/04/2017

BIGO, Didier et al. National The EU- and its counter terrorism polices after the Paris Attacks. CEPS paper in Lyberty and Security in Europe, N. 84, 2015. Disponível em: https://www.ceps.eu/publications/eu-and-its-counter-terrorism-policies-after-paris-attacks. Acesso em 23/04/2017.

BRASIL. Decreto nº 6975/2009. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2009/decreto/d6975.htm. Acesso em 08/05/2017.

CASTRO, Rodrigo Pereira de. Livre circulação de pessoas na América do Sul: ampliando a integração e o desenvolvimento regionais, reduzindo a distância entre os povos. Dissertação de Mestrado. Rio de Janeiro, 2012. Disponível em: http://www.ie.ufrj.br/images/pos-graducao/pepi/dissertacoes/PEPI_DISSERTACAO_RODRIGO_PEREIRA_DE_CASTRO.pdf. Acesso em 04/05/2017.

COMISSÃO EUROPEIA. The Schengen area: Europe without borders. Migration and Home Affairs, 2015. Disponível em: http://ec.europa.eu/dgs/home-affairs/elibrary/docs/schengen_brochure/schengen_brochure_dr3111126_en.pdf. Acesso em: 25/04/2017.

DELUCAS, Javier. Inmigración y globalización acerca de los presupuestos de una politica de inmigracion. Revista Electrónica del Departamento de Derecho de la Universidad de La Rioja, n. 1, 2003.. Disponível em: http://www.unirioja.es/dptos/dd/redur/numero1/delucas.pdf. Acesso em 22/04/2017.

DRUMMOND, Maria Claudia. A opção intergovernamental do Mercosul e a reforma do Protocolo de Ouro Preto. Universitas Relações Internacionais, UNICEUB, Brasília, v. 9, n. 1, p. 273-295, jan./jun. 2011. Disponível em: https://www.publicacoesacademicas.uniceub.br/relacoesinternacionais/article/view/1382. Acesso em 23/03/2017.

FERNANDES, Francisco Liberal. Liberdade de Circulação dos Trabalhadores na Comunidade Europeia. Coimbra: Coimbra Editora, 2002

FERREIRA, Luciano Vaz. A Securitização para o controle de Fronteiras da União Europeia. Lex Humana. V.3, n 2, 2011. Disponível em: http://seer.ucp.br/seer/index.php?journal=LexHumana&page=article&op=view&path%5B%5 D=145. Acesso em 20/04/2017

GIDDENS, Anthony. As conseqüências da modernidade. Tradução de Raul Fiker. São Paulo: UNESP, 1991

GONÇALVES, Soraia. O declínio do estado nação: globalização, integração européia. Revista de Estudos politécnicos, vol. 3, n.5, pp. 281-296, 2006. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-99112006000100014. Acesso em 04/02/2017

GRANATO, Leonardo; ODDONE, Carlos Nahuel. El sistema internacional y la integración económica regional. In: Durán Sáenz, M., Granato, L., Oddone, N. (Comp.) Regionalismo y Globalización: Procesos de Integración Comparados. Buenos Aires: Editorial Universidad Abierta Interamericana, 2008. pp. 17-35.

GRUPPELI, Jaqueline Lisbôa. A migração laboral no Mercosul a partir da análise dos acordos sobre residência: entre a ousadia e a timidez. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Santa Catarina. 2008. Disponível em: http://cascavel.cpd.ufsm.br/tede/tde_arquivos/27/TDE-2008-11-28T135445Z-1769/Publico/JAQUELINELISBOAGRUPPELLI.pdf. Acesso em 04/05/2017.

GUILD, Elspeth et al. What is happening to the Schengen borders. CEPS Paper in Liberty and Security in Europe. N. 86, 2015. Disponível em: https://www.ceps.eu/publications/what-happening-schengen-borders. Acesso em 12/03/2017.

HABERMAS, Jürgen. A constelação pós-nacional: ensaios políticos. Tradução: Márcio Seligmann-Silva São Paulo: Littera Mundi, 2001.

HEISLER, Martin. Now and then, here and there: Migration and the transformation of identities, borders and orders. In ALBERT, M.; JACOBSON; LAPID, Y. (eds) Identities, Borders, Orders: Rethinking International Relations Theory, Minneapolis: University of Minnesota Press, pp. 225-247, 2001

HELLMAN, Jacqueline; GARCIA, Maria José Molina. The erosion of the European integration process due to certain restrictions of the free movement of persons. Revista Universitaria Europea, nº 22, jan-jun, 2015, p. 23-54. Disponível em: http://abacus.universidadeuropea.es/handle/11268/4421. Acesso em 22/01/2017

HUDDLESTON, Thomas. The naturalisation procedure: measuring the ordinary obstacles and opportunities for immigrants to become citizens. EUDO Citizenship Observatory RSCAS, n. 16, 157, 2013. Disponível em: http://cadmus.eui.eu/bitstream/handle/1814/28122/RSCAS_PP_2013_16.pdf. Acesso em: 12/05/2017

KRALEVA, Desislava. Free Movement of Workers in the EU Legal Aspects of the Transitional Arrangements. Center for European Integration on Studies, pp. 3-43, 2013 Disponível em: http://www.zei.uni-bonn.de/dateien/discussionpaper/dp_c217_kraleva.pdf. Acesso em: 22/04/2017

KOCHENOV, Dimitry. Rounding up the Circle: the Mutation of Member Status Nationalities under Pressure from EU Citizenship, RSCAS EUDO Citizenship Observatory, n. 23, 1-34, 2010. Disponível em: http://cadmus.eui.eu/bitstream/handle/1814/13634/RSCAS_2010_23.corr.pdf?sequence=3. Acesso em 22/04/2017

LAUREANO, Abel; RENTO, Altina. Poderá o “espaço Schengen” europeu servir como uma espécie de “laboratório de análise” para o Mercosul? SCIENTIA IURIS, Londrina, v.17, n.2, p.131-148, dez. 2013. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/iuris/article/view/16436. Acesso em 07/05/2017

LEONARD, Sarah. The use and effectiveness of migration controls as a counter-terrorist instrument in the European Union. Central European Journal of International Security Studies, n. 4, 2010. Disponível em: http://usir.salford.ac.uk/18771/. Acesso em: 19/04/2017

MARIANO, Karina Pasquariello. Globalização, integração e o Estado. Lua Nova, São Paulo, 71: 123-168, 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ln/n71/04.pdf. Acesso em 23/04/2017

MÁRMORA, Lelio; PÉREZ, Vichich Nora. Elementos de políticas migratorias para el Mercosur: Informe Nacional de Desarrollo Humano. Buenos Aires: Senado de la Nación Argentina, 1997.

MAULIDE, Dalila. Os parlamentos nacionais como atores dessecuritizadores do espaço de liberdade, segurança e justiça da União Europeia: o caso da proteção de dados. Instituto de Defesa Nacional, Lisboa, n. 21, 2016. Disponível em: https://comum.rcaap.pt/handle/10400.26/14876. Acesso em 23/04/2017.

MAY, Otavia de Oliveira. Direito comunitário europeu: integração econômica e soberania. Revista eletrônica Direito e Política, Itajaí, v.1, n.1, 3º quadrimestre de 2006. Disponível em http://siaibib01.univali.br/pdf/Artigo%20Otavia%20de%20Oliveira%20May.pdf. Acesso em: 21/04/2017.

MERA, Gabriela; NEJAMKIS, Lucila. Migrantes y ciudadanos. Avances y retrocesos en el ámbito del MERCOSUR. XXVI Congreso de la Asociación Latinoamericana de Sociología, Asociación Latinoamericana de Sociología, Guadalajara, 2007. Disponível em: http://cdsa.aacademica.org/000-066/865.pdf. Acesso em 08/03/2017.

MERCOSUL. Conselho Mercado Comum. Decisão nº 12/91. Disponível em: http://www.sice.oas.org/Trade/MRCSRS/Decisions/DEC1291p.asp. Acesso em 07/05/2017.

_____. Conselho Mercado Comum. Decisão 05/93. Disponivel em http://www.sice.oas.org/Trade/MRCSRS/Decisions/DEC0593p.asp. Acesso em 08/05/2017.

_____. Conselho Mercado Comum. Decisão nº 10/06. Disponível em: http://www.mercosur.int/msweb/portal%20intermediario/Normas/normas_web/Decisiones/PT/DEC_010-006_PT_AcdoPrazo90DiasTuristasNacionais.pdf. Acesso em 07/05/2017.

MODOLO, Vanina. La movilidad territorial en el Mercado Común Europeo y Mercosureño. In: NOVICK, Susana (Dir.). Migraciones y Mercosur: una relación inconclusa. Buenos Aires: Catálogos, 2010, p. 29-50.

_____. O Mercosul Importa. A Política Regional de Mobilidade Territorial. Contexto Internacional, vol. 37, no 2, maio/agosto. Rio de Janeiro: 2015. Disponível em:http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S010285292015000200571. Acesso em: 02/05/2017.

MOURA, Aline Beltrame de. A criação de um espaço de livre residência no Mercosul sob a perspectiva teleológica da integração regional: aspectos normativos e sociais dos acordos de residência. Revista de Direito Internacional, Brasília, v. 12, n. 2, 2015 p. 630-648. Disponível em: https://www.publicacoesacademicas.uniceub.br/rdi/article/view/3580/pdf. Acesso em 08/05/2017.

NOVICK, Suzana; HENER Alejandro; DALLE, Pablo. El proceso de integración Mercosur: de las políticas migratorias y de seguridade a las trayectorias de los inmigrantes. Documentos de Trabajo n. 46. I Seminário Internacional de Ciência Política. Instituto Gino Germani, Argentina, 2005. Disponível em: http://biblioteca.clacso.edu.ar/Argentina/iigg-uba/20100719030815/dt46.pdf. Acesso em 07/05/2017.

PARLAMENTO EUROPEU. Espaço de Liberdade de Segurança e de Justiça: aspectos gerais Fichas técnicas sobre a UE. 2016. Disponível em: http://www.europarl.europa.eu/ftu/pdf/pt/FTU_5.12.1.pdf. Acesso em 27/03/2017

_____. Livre Circulação de Pessoas na UE. Fichas técnicas sobre a UE. 2017. Disponível em: http://www.europarl.europa.eu/ftu/pdf/pt/FTU_2.1.3.pdf. Acesso em 27/03/2017

PATRIOTA, Antonio. O objetivo é estabelecer uma efetiva cidadania mercosulina. In: Corredor Bioceanico - Escenario Internacional. 31 de março de 2011. Disponível em: <http://corredorbioceanico.wordpress.com/2011/03/31/o-objetivo-e-estabelecer-uma-efetivacidadania-mercosulina/>. Acesso em: 13/104/2016.

PEREIRA, Amanda Ribeiro de Aguiar Barbosa. Integração regional e constitucionalismo: análise do tratado de Lisboa e estudos comparativos para o Mercosul, 2010. 116f. Dissertação. Mestrado em Direito, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010. Disponível em: www.repositorio.ufpe.br. Acesso em 08/05/2017.

PEREIRA, Maria Clara Bernardes. A livre circulação dos trabalhadores no âmbito da comunidade europeia e do Mercosul: para além da doutrina jurídico-trabalhista tradicional centrada no trabalho subordinado e no sindicalismo reformista. Programa de Pós-Graduação em Direito, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2012. Disponível em: http://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10511. Acesso em 22/02/2017.

PERKOWSKI, Nina. A normative assessment of the aims and practices of the European border management agency Frontex. Refugee Studies Centre, Oxford Department of International Development University of Oxford.Working Paper Series: n. 81, April, 2012. Disponível em: https://www.rsc.ox.ac.uk/files/publications/working-paper-series/wp81-normative-assessment-frontex-2012.pdf. Acesso em: 22/04/2017.

PETRAS, James. La globalización: un análisis crítico. In: SAXEFERNÁNDEZ, John et al. Globalización, imperialismo y clase social. Buenos Aires: Editorial Lúmen, 2001.

PIÇARRA, Nuno. A política de fronteiras da União Europeia: Do arranque adiado à centralidade progressiva. Almedina: Coimbra, 2010. Disponível em: http://www.fd.unl.pt/docentes_docs/ma/np_MA_14223.pdf. Acesso em: 07/05/2017.

RASPOTNIK, Andreas. The issue of solidarity in the European Union. TEPSA PrePresidency Conference, 14-15 Junho, 2012. Disponível em: http://www.tepsa.eu/download/TEPSA%20Discussion%20Paper%20The%20issue%20of%20solidarity%20in%20the%20European%20Union.pdf. Acesso em: 22/04/2017

ROBLEDO, Miguel Colina; MARTINEZ, Juan Manuel Ramirez; FRANCO, Tomas Sala. Derecho social comunitário. Valencia: Tirant Lo Blanch, 1991.

ROSS, Christoff. Freedom of Movement in the EU and Welfare State Closure: Welfare Regime Type, Benefit Restrictions and Their Implications for Social Mobility. In WULFGRAMM, Melike; BIEBER, Tonia; LEIBFRIED Stephen (ed.). Welfare State Transformations and Inequality in OECD Countries Part of the series Transformations of the State. London: Palgrave Mcmillan, p. 267-289. Disponível em: https://link.springer.com/chapter/10.1057/978-1-137-51184-3_12. Acesso em 05/05/2017

RUIZ DÍAZ LABRANO, Roberto. Mercosur: integración y derecho. Buenos Aires: Ciudad Argentina, 1998.

SALZMANN, Antonio Cardesa. El contenido jurídico de la libre circulación de personas en el Mercosur: balance y perspectivas. In: GOIZUETA VÉRTIZ, Juana; GÓMEZ FERNÁNDEZ, Itziar; PASCUAL GONZÁLEZ, María Isabel. La libre círculación de personas en los sistemas de integración económica: modelos comparados: Unión Europea, Mercosur y Comunidad Andina. Navarra: Thomson Reuters Aranzadi, 2012. p. 163-185.

SANTOS, Ricardo Soares Stersi dos. A integração latino-americana no século XIX: antecedentes históricos do Mercosul. Revista Seqüência, Florianópolis, n o 57, p. 177-194, dez, 2008. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/sequencia/article/view/2177-7055.2008v29n57p177. Acesso em 07/05/2017.

SASSEN, Saskia. Territorio, autoridad y derechos: De los ensamblajes medievales a los ensamblages globales. Tradução: Maria Vitoria Rodil. Madri: Katz conocimiento, 2010.

STEINDLER, Chiara. Mapping out the institutional geography of external security in the EU. European Security, vol. 24, n. 3, pp. 402-419, 2015. Disponível em: http://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/09662839.2015.1028187?journalCode=feus20#. V5VlFPkrLIU. Acesso em 08/05/2017.

STOLCKE, Verena. Hablando de La cultura: nuevas fronteras, nueva retóricade la exclusión en Europa. Current Anthropology, v. 36, n. 1, p. 1-24, 1995. Disponível em: http://pdfhumanidades.com/sites/default/files/apuntes/9P%20-%20STOLKE.pdf. Acesso em 07/04/2017.

UNIÃO EUROPEIA. Diretiva 2004/38/CE. Jornal Oficial da União Europeia n.L 158. Disponível em: http://eur-lex.europa.eu/LexUriServ/LexUriServ.do?uri=OJ:L:2004:158:0077:0123:pt:PDF. Acesso em 07/05/2017.

_____. Tratado da União Europeia: versão consolidada. Jornal Oficial da União Europeia n. C 202. Disponível em: http://eur-lex.europa.eu/resource.html?uri=cellar:9e8d52e1-2c70-11e6-b497-01aa75ed71a1.0019.01/DOC_2&format=PDF. Acesso em 07/05/2017.

_____. Tratado sobre o Funcionamento da União Europeia: versão consolidada. Jornal Oficial nº C 326. Disponível em: http://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/?uri=celex%3A12012E%2FTXT. Acesso em 07/05/2017

VARELA, Justo Corti. Evolución de la libre circulación de personas en el Mercosur y su impacto en las políticas migratorias. nacionales. In: GOIZUETA VÉRTIZ. La libre círculación de personas en los sistemas de integración económica: modelos comparados: Unión Europea, Mercosur y Comunidad Andina. Navarra: Thomson Reuters Aranzadi, 2012. p. 104-118.

VITORINO, Antonio. A construção de um Espaço de liberdade, Segurança e Justiça: novas fronteiras da política européia. Europa: Novas Fronteiras, 2009. Disponível em: https://infoeuropa.eurocid.pt/files/database/000021001-000022000/000021539_3.pdf. Acesso em 08/05/2017.

WANDERLEY JUNIOR, Bruno; PACHECO, Silvestre; ROCHA, Dalvo. Processo de integração e globalização: um contraponto entre o discurso neoliberal e a construção de um espaço comunitário. Revista da Faculdade de Direito da UFMG, Belo Horizonte, n. 52, p. 57-78, jan./jun. 2008. Disponível em: https://www.direito.ufmg.br/revista/index.php/revista/article/view/64.Acesso em: 07/05/2017.

Publicado

2017-10-31