"Suposta a emissão de ações com ágio - na hipótese de aumento de capital de sociedade bancária - deve entender-se a importância do ágio, quando destinada e incorporada ao fundo de reserva, como sujeita ao impôsto sôbre a renda e, por via de conseqüência, ao impôsto sôbre lucros extraordinários?"

Walter Carlos E. Becker

Palavras-chave


Direito Econômico; Economia; Direito Comercial; Direito Empresarial; Direito Privado

Texto completo:

Versão impressa


DOI: https://doi.org/10.22456/0104-6594.65439

Apontamentos

  • Não há apontamentos.