A Ideologia do Progresso no Pensamento Jurídico dos Séculos XVIII e XIX: cutucões românticos a partir de Walter Benjamin

Mozart Silvano Pereira

Resumo


O presente artigo tem por objetivo expor e contrapor o tema da ideologia do progresso e como este influenciou o pensamento jurídico no século XVIII. Para isso se desenvolverão três eixos principais: o primeiro tratará de uma análise crítica das causas históricas e filosóficas que deram origem à ideologia do progresso, o segundo eixo cuidará de examinar nas manifestações jurídicas do século XVIII e XIX - com ênfase nas tradições do jusracionalismo e do positivismo jurídico – manifestações desta noção idealista de desenvolvimento. No terceiro momento utilizar-se-á da tradição do Romantismo como visão de mundo, e principalmente da posição romântica revolucionária de Walter Benjamin, para apontar no sentido de uma superação da ideologia do progresso.


Palavras-chave


Ideologia do progresso; História do direito; Romantismo; Jusracionalismo; Positivismo Jurídico

Texto completo:

VERSÃO VIRTUAL

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Res Severa Verum Gaudium | ISSN 2176-3755 | revistaressevera@gmail.com

Faculdade de Direito - Centro Acadêmico André da Rocha

Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS

Av. João Pessoa, nº 80. Porto Alegre, RS. CEP 90040-001