Observação de microscopia óptica pela internet

Autores

  • Pantelis Varvaki Rados Professor, Faculdade de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS
  • Ingrid da Silva Santos Aluna de doutorado, Programa de Pós-Graduação em Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul- UFRGS,do Programa de Pó-Graduação em Odontologia -UFRGS
  • Arthur Salgueiro Aluno de doutorado, Programa de Pós-Graduação em Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul- UFRGS
  • Amanda de Farias Gabriel Aluna de Iniciação Científica, Faculdade de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS, amanda_dfg@hotmail.com Manoela Domingues Martins - Professora, Faculdade de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul- UFRGS, Porto Alegre, Brasil -UFRGS
  • Vinicius Coelho Carrard Professor, Faculdade de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS, Porto Alegre, Brasil -UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.96589

Palavras-chave:

Internet, microscopia óptica, educação.

Resumo

A integração de recurso da tecnologia da informação está mudando as práticas de ensino-aprendizagem desde os níveis primários até o superior. Na odontologia, especificamente na área da patologia bucal, essas mudanças englobam o aprimoramento das técnicas de microscopia que permitem que o aluno possa estudar o aspecto microscópico das doenças remotamente de forma semelhante ao que é ofertado na sala de aula, respeitando o seu próprio ritmo e conforme a sua conveniência.  Portanto, o objetivo desse relato é apresentar um breve histórico sobre o modelo de educação tradicional dos estudantes do curso de graduação em Odontologia, e os impactos dos novos modelos de ensino, com ênfase na disponibilização de conteúdos em microscopia óptica via internet.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-08-23

Como Citar

VARVAKI RADOS, P.; DA SILVA SANTOS, I.; SALGUEIRO, A.; DE FARIAS GABRIEL, A.; COELHO CARRARD, V. Observação de microscopia óptica pela internet. RENOTE, Porto Alegre, v. 17, n. 2, p. 87–91, 2019. DOI: 10.22456/1679-1916.96589. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/96589. Acesso em: 3 jul. 2022.