A utilização de laboratórios virtuais no ensino de química para a educação de jovens e adultos

Eduarda Fehlberg, Graciela Varga, Luciano Andreatta-da-Costa

Resumo


A Educação de Jovens e Adultos (EJA) difere do ensino regular devido ao
seu público, porque traz consigo experiências de vida, pessoais e profissionais, que contribuem significativamente para a aprendizagem em sala de aula. Para o ensino de química, é essencial relacionar o prévio conhecimento e experiência com os conteúdos em sala de aula, especialmente na EJA. Nesta perspectiva, desenvolvemos uma atividade com o objetivo de melhorar os conceitos existentes no grupo e trabalhar com conteúdo químico chamado destilação, relacionando-a com questões relevantes para a vida diária. Os resultados obtidos nas avaliações dos alunos mostraram que a atividade proporcionou uma aprendizagem significativa de conceitos discutidos e uma reflexão sobre o uso responsável de álcool. A partir destes resultados, podemos concluir que a atividade foi eficiente e pode ser melhorada para contemplar novas discussões e reflexões.

Palavras-chave


Laboratórios virtuais; Educação em Ciências; Educação de Jovens e Adultos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1679-1916.70649

Direitos autorais 2017 RENOTE



RENOTE - Revista Novas Tecnologias na Educação      ISSN 1679-1916

A RENOTE, possui a nota Qualis B1 (Ensino) e B1 (Interdisciplinar) no Sistema de Avaliação da CAPES.

Centro Interdisciplinar de Novas Tecnologias na Educação (CINTED) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Avenida Paulo Gama, 110 - Anexo III – 3o andar
Porto Alegre, RS, Brasil – CEP: 90040-060

Telefone: (51) 3308-4100
E-mail: renote@cinted.ufrgs.br