REDES SOCIAIS: UM NOVO MUNDO PARA OS IDOSOS

Autores

  • Camila Wasserman Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Tássia Priscila Fagundes Grande Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Leticia Rocha Machado Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Patricia Alejandra Behar Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.30863

Palavras-chave:

redes sociais, idosos, educação.

Resumo

Ao longo dos anos ocorreram mudanças significativas na sociedade,
principalmente em relação às tecnologias e a expectativa de vida. Os idosos estão cada vez mais utilizando as tecnologias, incluindo as redes sociais. Para este tipo de público, as redes sociais estão se tornando um local não apenas como forma de passatempo, mas como fonte de novos conhecimentos, comunicação e interações. O presente artigo relata
uma pesquisa realizada sobre redes sociais com 27 idosos que participam de um curso de inclusão digital desenvolvido na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). A pesquisa não tem o propósito de objetivar unicamente a melhoria das ferramentas nas redes sociais, mas sim de analisar questões relativas a aspectos psicológicos, gerontológicos e educacionais envolvidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-07-20

Como Citar

WASSERMAN, C.; FAGUNDES GRANDE, T. P.; MACHADO, L. R.; BEHAR, P. A. REDES SOCIAIS: UM NOVO MUNDO PARA OS IDOSOS. RENOTE, Porto Alegre, v. 10, n. 1, 2012. DOI: 10.22456/1679-1916.30863. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/30863. Acesso em: 29 nov. 2022.